Partilhar Notícia

 


 

Patrocínio
Ferramentas
Estatísticas

 


 

Vítor Gaspar admite aumento das dificuldades

Publicado

O ministro das Finanças admite que os dados disponíveis sobre a execução orçamental traduzem «um aumento significativo nos riscos e incertezas». Porém, Vitor Gaspar reafirma o objetivo de cumprir o défice para 2012. PSD acredita que é possível. BE culpa austeridade.

 

 

Vítor Gaspar, que falava no Luxemburgo, no final de uma reunião dos ministros das Finanças da zona euro, indicou que «a informação disponível sobre o comportamento das receitas não é positivo», pois «de facto, verificaram-se valores abaixo do esperado para a receita fiscal e para as contribuições para a segurança social».

«Estes dados disponíveis traduzem um aumento significativo nos riscos e incertezas que estão associadas às expetativas orçamentais. O Governo está determinado a cumprir o teto para o défice de 4,5 por cento para 2012, mas estamos totalmente conscientes de que o esforço necessário para atingir este valor é muito importante», declarou.

Vítor Gaspar sublinhou que está em curso no país «um ajustamento sem precedentes na história recente de Portugal», e a execução orçamental para 2012 é «muito exigente», pelo que, deste ponto de vista, «não é surpreendente» que se tenha de enfrentar mais riscos e incertezas.

Insistindo que «o Governo está determinado em cumprir o défice de 4,5 por cento para 2012» e que Portugal não tomará a iniciativa de pedir «nem mais tempo, nem mais dinheiro», Vítor Gaspar voltou todavia a lembrar que os parceiros do Eurogrupo já disseram repetidamente que se Portugal continuar a cumprir as condições do programa, mas se enfrentar dificuldades no regresso aos mercados por circunstâncias que não pode controlar, «estão disponíveis para prestar o apoio adicional necessário para assegurar o sucesso» do programa.

«Esta garantia de apoio, este mecanismo de seguro, é para nós um ativo precioso e um fator muito importante para o sucesso» do programa, disse.


 

 


Reacções no Twitter

Comentários

Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. A TSF reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado



Siga-nos em
 

Pub 



Servilusa Funeral em vida - TSF Destaque
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - TSF Destaque
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - TSF Destaque
Pub 

Inquérito

 

De que forma é que a estratégia do governo grego pode influenciar o debate, que também nos diz respeito, sobre a reestruturação da dívida pública?

Facilitar
Complicar
Não tem influência
Outros Inquéritos
VotarVer Resultados

 


Futebol

Vídeos Liga
ver mais
Liga Zon Sagres
Resultados
Próx. Jornada
Classificação
1 - Benfica (49)
2 - FC Porto (40)
3 - Sporting (39)
4 - V. Guimarães (36)
5 - Sp. Braga (34)
6 - Belenenses (27)
7 - P. Ferreira (26)
8 - Estoril (25)
9 - Rio Ave (24)
10 - Moreirense (24)
11 - Nacional (24)
12 - Marítimo (23)
13 - Boavista (19)
14 - V. Setúbal (17)
15 - Arouca (15)
16 - Penafiel (13)
17 - Académica (12)
18 - Gil Vicente (10)
ver mais


Tempo em Lisboa

 

Dados fornecidos por Wunderground
Hoje
º | º
Amanhã
11º | 13º
Terça
8º | 13º
ver mais

 


 
Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled