Angola

Savimbi enterrado no domingo à tarde

O enterro do líder da UNITA, Jonas Savimbi, ocorreu ao fim da tarde de ontem, no Luena, segundo fonte oficial. A cerimónia fúnebre era para ser realizada em Lucusse, onde o cadáver foi exibido à comunicação social, mas foi transferida para a outra localidade devido a superstições populares.

O funeral de Jonas Savimbi realizou-se ao fim da tarde de ontem, em Luena, disse à Lusa um elemento do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas.

A cerimónia fúnebre foi assistida pela esposa de Savimbi que o acompanhava na altura da emboscada em que foi morto.

Apesar de ter sido ferida, durante a operação militar e ter estado internada no Hospital de Luena, Catarina conseguiu ter condições para assistir ao funeral do marido.

Segundo as autoridades, o enterro não podia ser adiado por mais tempo, porque não existiam condições de conservação do corpo em Luena.

Os populares de Lucusse, para onde o cadáver de Savimbi foi inicialmente transportado e exibido à comunicação social, protestaram contra que o líder da UNITA ficasse sepultado na localidade, devido a várias superstições, adiantou um militar à Lusa.

O enterro de Jonas Savimbi chegou a ser noticiado como tendo ocorrido no sábado, mas este facto poderá estar relacionado com uma confusão com o funeral do general Big Jo, igualmente abatido em combate pelas FAA, segundo fonte oficial.

  COMENTÁRIOS