TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
PJ

Portas não comenta declarações de Maria José Morgado

Paulo Portas diz que não «cai na armadilha» de comentar as declarações de Maria José Morgado segundo as quais o ministro da Defesa não a queria à frente da PJ. Portas diz que compete à comissão de inquérito investigar o assunto.

PUB

Paulo Portas recusou-se a comentar as declarações de Maria José Morgado sobre as circunstâncias que levaram à sua demissão do cargo de directora adjunta da Polícia Judiciária. O ministro de Estado e da Defesa considerou que seria incorrecto o Governo interferir nos trabalhos em curso da comissão de inquérito.

«Está constituída uma comissão de inquérito que, como sabem, tem regras. Por lei, eu nem por vocês posso tomar conhecimento das declarações que são feitas dentro de uma comissão de inquérito. Por isso não vou cair na armadilha de fazer comentários», afirmou aos jornalistas depois da reunião da Comissão de Finanças.

De acordo com deputados da comissão de inquérito parlamentar à actuação do Governo na Polícia Judiciária, Maria José Morgado afirmou na comissão que o director nacional da instituição, Adelino Salvado, lhe disse que os ministros Paulo Portas e Celeste Cardona tinham medo que continuasse à frente do combate ao crime económico na PJ.

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão