TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
Benfica

Morreu Bruno Baião

O jovem internacional português da equipa júnior de futebol do Benfica Bruno Baião morreu, este sábado, no Hospital Curry Cabral, após ter passado quatro dias em coma profundo.

PUB

O médio ofensivo sofreu, na terça-feira, duas paragens cardio-respiratórias, tendo passado os últimos quatro dias em coma profundo.

Bruno Baião (na foto) sofreu a primeira paragem cardio-respiratória cerca das 12:00, meia-hora após o treino conjunto dos «encarnados», caindo inanimado no chão, após receber telefonicamente a notícia de que assinaria um contrato profissional com o clube da Luz.

O acidente ocorreu num café próximo do campo de treinos, na zona dos Olivais, tendo o «capitão» dos juniores do Benfica sido assistido pelo massagista da equipa e, perto de 25 minutos depois - de acordo com o colega de equipa Tiago Santos -, por uma equipa do INEM.

Já nas urgências do Hospital, Bruno Baião voltou a sofrer nova

paragem cardio-respiratória.

Em declarações à SIC Notícias, o médico Pedro Canas Mendes, director clínico do Hospital Curry Cabral, confirmou que o malogrado jogador faleceu por volta das «18:50», dado não ter resistido às «paragens cardio-respiratórias» de que foi alvo.

«Como já tinha afirmado num primeiro momento, veio a confirmar-se o nosso pior prognóstico, pelo que, cerca das 18:50, o Bruno Baião faleceu na sequência das lesões provocadas pelas duas paragens cardio- respiratórias», afirmou o clínico, aproveitando a ocasião para apresentar as suas condolências à família e amigos do jogador.

O jovem internacional português da equipa júnior do Benfica

sofreu, na terça-feira, duas paragens cardio-respiratórias, tendo passado os últimos quatro dias em coma profundo e acabado por falecer este sábado.

Bruno Baião tinha 18 anos, era o «capitão» da equipa de juniores do Benfica. Já esta época participou em alguns jogos-treino com o plantel sénior, sendo que, ao mesmo tempo, foi opção na equipa «B» do clube da Luz.

O funeral do malogrado atleta realiza-se na segunda-feira, pela manhã. Domingo, na final da Taça de Portugal, no Estádio do Jamor, que vai opor o Benfica ao FC Porto, vai respeitar-se um minuto de silêncio em memória do falecido jogador.

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão