Novembro 2009 - Posts

MD#405 - Já é Black Friday outra vez!

Publicado por ruitukayana em 27 de Nov de 2009

Na América, esta sexta-feira escura, negra ou preta, como entenderem, é sinónimo de grandes descontos em centenas de artigos em centenas de lojas. Por cá não é sinónimo de coisa alguma. O que vale é que a Apple (online) adere à celebração e também oferece os seus descontos. 

A Amazon também tem bons descontos, mas estes têm de ser importados das américas.

 

Já agora, e para o bem comum, peço a quem encontrar mais embaixadores da Black Friday em Portugal para me mandar um mail para contacto@omeumundodigital.com. 

 

Etiquetas: ,

Comentar

Partilhar

MD#404 - Webbys Top 10

Publicado por ruitukayana em 27 de Nov de 2009

Enaquanto esperamos pela lista com os melhores sites (anglo-saxónicos) do ano, que tal os dez momentos mais importantes da última década? Isto no concerne a grande rede, claro!

Etiquetas: , ,

Comentar

Partilhar

MD#403 - Baterias menoes explosivas

Publicado por ruitukayana em 27 de Nov de 2009

Foi preciso a Administração Federal para a Aviação preocupar-se a sério com o risco das baterias de telemóveis e computadores que explodem sem mais nem menos para aparecer uma nova tecnologia. Mas já lá vamos. Antes, explicar sucintamente que (um) tem havido mais relatos de baterias que explodem, sejam de telemóveis sejam de computadores; (dois) o número tende a aumentar porque o número de utilizadores destas coisas também está a crescer e porque (três) os investigadores estão a conseguir obter autonomias cada vez melhores das baterias sem lhes aumentar muito o tamanho.

Ora, o organismo que regula a aviação norte-americana (voltou) a abordar o assunto, e com razão, já que quando uma coisa destas acontece em pleno voo, as consequencias podem ser dramáticas.

Tudo isto para dizer que na Ilha Formosa, engenheiros conceberam uma tecnologia que pode ser aplicada às baterias e o risco de explosão ou autocombustão é seriamente diminuido. Coisa boa portanto. Já está patenteado e a partir do início do próximo ano começam a aparecer as primeiras baterias mais preocupadas com a segurança.

Etiquetas: ,

Comentar

Partilhar

MD#402 - Desamigar

Publicado por ruitukayana em 24 de Nov de 2009

A palavra do ano para o Oxford Dictionary, é mais uma prova de que 2009 é o ano das redes sociais. Agora, até a nível linguistico as coisas apontam nesse sentido. Esta comissão de peritos sediada entre o Reino Unido e as Américas, escolheu como novo termo do ano a palavra "unfriend". Eu, que de perito em tradução e linguística não tenho nada traduzo-a como "desamigar".

Acho muito bem que os anglo-saxónicos não tenham problemas em adoptar novos termos. Só tenho pena que por cá, quando isso acontece, a reacção dos peritos é tão lenta que quando se diz que é "Sítio" e não "Site" já ninguém se importe com isso.

Por mim era de se adoptar o desamigar já!

Comentar

Partilhar

MD#402 - Google Chrome OS

Publicado por ruitukayana em 23 de Nov de 2009

A Google está a mostrar os dentes à Microsoft e à Apple. Fê-lo, apresentando um sistema operativo chamado Chrome OS, que só vai estar disponível dentro de um ano. Simplificando, estamos perante um sistema operativo que arranca muito rapidamente e pouco mais é do que um navegador de internet. Tanto assim que isto só faz sentido em computadores que estão continuamente ligados à net.

Para quem percebe de inglês, aqui fica o vídeo que mostra quase tudo o que aconteceu.




Os especialistas não apreciaram grandemente a nova aposta da Google. Por mim, confesso que acho a ideia interessante, mas a verdade é que eu sou Googló-viciado. Seja como for, e apesar da ligação à Google ser muito grande, funciona com aplicações (programas) criados por terceiros, por isso sempre tem alguma abertura...

Etiquetas: , , ,

Comentar

Partilhar

MD#401 - O Rato Mágico

Publicado por ruitukayana em 23 de Nov de 2009

Quando este rato foi apresentado ao público, o nome Magic Mouse, lembrou-me a estória "O Flautista Mágico".


Na verdade, de mágico este rato da Apple tem muito pouco, mas é realmente estranho não ter qualquer botão e ter uma superfície inteligente que consegue perceber perceber que tipo de cocegas lhe estamos a fazer.


Confesso: quero um.

Etiquetas: , ,

Comentar

Partilhar

MD#400 - Cintos de Segurança 2.0

Publicado por ruitukayana em 19 de Nov de 2009

Para comemorar a edição número quatrocentos do Mundo Digital, o que por aqui se destaca é um cinto de segurança muito especial. A Ford sempre foi uma inovadora nestas coisas dos cintos e este vídeo ajuda a prová-lo. A intenção de o começar a comercializar já a partir do próximo ano também.

 


Etiquetas: ,

Comentar

Partilhar

MD#399 - Piratas Banidos da XBox Live

Publicado por ruitukayana em 18 de Nov de 2009

A consola Xbox 360 da Microsoft tem um serviço online a que apelida de Live. É através deste Live que se podem fazer downloads de mais jogos, e outras coisinhas boas, mas principalmente, o grande interesse do Live é que permite jogar online com outros jogadores.

Estimam-se que sejam 20 milhões as pessoas ligadas a este serviço.

O problema (para eles) é que de um momento para o outro a Microsoft chateou-se e baniu tudo o que seja consola que tenha sido alterada (pirateada) de forma a poder jogar jogos copiados. Os utilizadores legítimos, entenda-se não foram afectados. Só os espertalhões.

A Microsoft não revela números, mas de um momento para o outro milhares de consolas (fala-se em mais de meio milhão) viram o seu valor cair por água abaixo. Não é que não funcionem, entenda-se! Estão é mutiladas no que diz respeito à grande rede.

Sendo assim, começam a surgir como cogumelos nos sites de leilões e vendas em segunda mão consolas XBox 360 afectadas por este mal. É favor manter o olho aberto.

Comentar

Partilhar

MD#398 - Call Of Duty: Modern Warfare 2

Publicado por ruitukayana em 18 de Nov de 2009

É um jogo de guerra passado nos dias que correm. O MW2, no primeiro dia, vendeu mais do que qualquer outro. Nos dias seguintes também.

Comentar

Partilhar

MD#397 - Dynario

Publicado por ruitukayana em 18 de Nov de 2009

O Dynario é o primeiro carregador de baterias movido a metanol a ser, de facto, comercializado. Na verdade, a coisa ainda parece uma autentica tolice, mas com o tempo pode tornar-se uma realidade. Pelo menos as baterias de coisas como so telemóveis poderiam ser ragarregadas muito mais rapidamente já que basteria apenas despejar o conteudo do cantil para dentro do telefone.

Recordo que o metanol é um tipo de alcool, usado como combustível nalguns carros e que é visto como uma fonte de energia a explorar. 

Não sei se sou só eu, mas tenho alguma dificuldade em compreender como é que o cantil cheio de alcool vai voltar a ser socialmente aceite.

Etiquetas: ,

Comentar

Partilhar

MD#396 - Tudo aos beijos!

Publicado por ruitukayana em 13 de Nov de 2009

Nos telemóveis anda tudo aos beijos!

Comentar

Partilhar

MD#395 - Windows 7: upa! upa!

Publicado por ruitukayana em 12 de Nov de 2009

E de repente: sorrisos na Microsoft. Uma coisa que já não se via há algum tempo. Um dos culpados é o Windows 7 e as vendas que este sistema operativo está a ter. São boas, mas se forem comparadas com as do Vista são excepcionais.

Claro que há quem diga que a Microsoft, desta vez, está a conseguir safar-se porque o sistema operativo está, nalguns sítios, a ser vendido com descontos atrás de descontos. Aliás, mesmo o preço base, segundo a empresa, está mais baixo do que na incarnação anterior do Vista. 

Outra boa razão para estar a vender bem está relacionada com as críticas muito favoráveis que o Windows 7 tem recebido. Pelos vistos, quem mudou do Vista para o 7 nem sonha em voltar para trás. Não me admira nada. Não propriamente pelas qualidades do Windows 7, mas sim pelo atraso de vida que era o Vista.

Por cá, a empresa não dá grandes números mas mostrava-se feliz da vida com o impacto que o 7 teve quando ainda (só) estava em versão de testes.

Pena que a campanha que a Microsoft montou entre nós para os estudantes sacarem o seu upgrade, ainda esteja interrompida. Eu bem disse que aquilo era confuso...

 

Comentar

Partilhar

MD#394 - Tsikaya

Publicado por ruitukayana em 11 de Nov de 2009

Hoje, dia em que se comemora a independência de Angola, o Mundo Digital viaja até lá. 

Destaca-se o trabalho de Vítor Gama que tem feito recolhas musicais junto de alguns músicos. Alguns deles que usam instrumentos que nós, por aqui, nunca vimos nem ouvimos.

O site, está aqui: tsikaya.org.

Comentar

Partilhar

MD#393 - Internet Week em Portugal

Publicado por ruitukayana em 11 de Nov de 2009

Arranca hoje e dura uma semana e mais qualquer coisa, a internet week organizada pela ACEPI. O objectivo dos organizadores é trazerem até Portugal um dos gurus da gestão e também aumentar o uso da net para a quisição de bens e serviços por parte dos internautas.

 

Chamo a atenção para o final deste mês quando, se tudo correr bem, não vão faltar descontos graças a uma tradição americana que começa a despontar por cá. E não, não é o halloween.

Comentar

Partilhar

MD#392 - Google Glastnost

Publicado por ruitukayana em 09 de Nov de 2009

Agora que passam 20 anos sobre o derrube do muro de Berlim, a Google avança uma proposta e um pedido para que haja maior transparência online.

O serviço chama-se Google Dashboard e permite que os utilizadores vejam que informação partilham com a empresa, parte dela pelo menos. Partindo daqui é fácil ligar e desligar estes serviços e controlar melhor tudo o que é presença nossa nos servidores da Google.


Comentar

Partilhar

MD#391 - A Fibra

Publicado por ruitukayana em 09 de Nov de 2009

Foi há um mês atrás que a fibra óptica deu ao engenheiro Charles Kao um Prémio Nobel. Foi ele que descobriu que é possível enviar informação através destes materiais recorrendo à luz e por isso foi um prémio bem merecido. Relembro que é esta tecnologia que permite que a net seja tão rápida e que a informação circule através dos continentes.

Para além disto, ainda apontamos os olhos ao futuro da fibra óptica. Hoje em dia são os Bell Labs que mais avanços fazem. Ainda há dias esmagaram o anterior recorde de velocidade.

Comentar

Partilhar

Novo estilo para um iPhone riscado

Publicado por ruitukayana em 05 de Nov de 2009

Ontem o meu iPhone deu um tombo. Sobreviveu e, para meu espanto, sem qualquer mossa visível. Curiosamente isto aconteceu um dia depois de ter visto o vídeo que se segue. 

Nele, em cerca de seis minutos, ensina-se a dar um novo look a um iphone que esteja com as pratas já muito riscadas. Um dia hei-de ter um iPhone com este estilo escovado. Um dia, mas não hoje.

Etiquetas: , ,

Comentar

Partilhar

Review: Um teste rápido ao Windows Mobile 6.5

Publicado por ruitukayana em 05 de Nov de 2009

O Windows Mobile 6.5 é o novo sistema operativo que a Microsoft concebeu para os smartphones. É um sistema operativo muitíssimo capaz, cheio de funcionalidades, que aparece com frequência nos telefones da marca HTC, Samsung, Acer, e muitos outros. Neste texto aponto algumas das novidades trazidas pela mais recente incarnação deste software.  

Não estava à espera de começar este texto assim, mas a verdade é que senti que estavam a gozar comigo. O pouco que tinha tinha visto do Windows Mobile 6.5 deixou-me francamente ansioso para o puder testar porque, de facto, a mais recente incarnação do sistema operativo para telemóveis da Microsoft parecia estar no bom caminho.

O problema é que uma coisa é uma ou outra imagem que vamos vendo na net... outra coisa é o Windows Mobile 6.5.

Antes de tudo devo dizer que o telemóvel onde testei o novo WM 6.5 é o TMN Silverbelt. Neste texto vou tentar abstrair-me o mais possível desse aparelho e das (algumas lamentáveis) customizações que a operadora resolveu introduzir.

Começo por aquilo que mais gostei.


Ecrã Inicial

Esta é a melhor parte de tudo isto. Infelizmente não se pode fazer tudo a partir daqui porque se fosse possível até que isto nem era mau. Aqui a Microsoft deu uma volta completa ao que antes era o ecrã inicial.

Agora aparecem uma série de opções que nos permitem ver facilmente se alguém nos telefonou, qual o próximo compromisso na agenda, mas também, e por exemplo, é possível pôr músicas a tocar logo a partir dali.

Basta para isso que essa seja a opção destacada naquele destaque horizontal que se pode ver nas imagens.


Menu Iniciar

Aqui começam os azedumes. A Microsoft achou, e com razão, que era tempo de facilitar o acesso a todos os programas e achou também que, já que estava com as mãos na massa, era tempo de fazer uns ícones mais interessantes. Acertou em tudo.

O problema é que o utilizador não pode escolher que programas quer mais acima na página.

Assim, como aquilo só funciona na base do deslizar o dedo até aparecer o dito programa, rezo para que não precisem de estar continuamente a usar os programas que estão mais no fundo da página. Nesse caso esse polegar até vai ganhar músculo de tanto pedalar.


Marketplace

Enquanto escrevia estas palavras, lá consegui que o Marketplace deixasse de dar erro (seria por causa da ligação à internet?) e consegui instala-lo. Estranhamente não vinha instalado de origem.

Esta aplicação é uma óptima ideia. Aqui a Microsoft congrega um montão de programas que são pensados para este sistema operativo e permite instala-los a partir dali. Uns são grátis, outros não.

Como a loja ainda está a dar os primeiros passos não quero avançar muito mais. Seja como for, só o facto de existir já é muitíssimo positivo. Agora concerteza que vai ser melhorada. 


Internet Explorer

Há quem diga que este é um dos pontos mais positivos do WM 6.5. Ora, ou eu estou a ver mal ou está tudo grogue. Para além de lento, o grande problema deste Mobile Internet Explorer é que é péssimo a mostrar as páginas na vista geral. Para além da página ficar feita num oito, as letrinhas ficam tão pequenininhas que mais parecem uns borrões. Desejo sorte a quem quer resolver visitar o blogue do Mundo Digital numa máquina destas. O site da TSF também é interessante.

A forma como o teclado se comporta no meio de tudo isto também é indecente. Para além minúsculo recusa-se a desaparecer automaticamente. Como se a primeira coisa que eu quisesse ver quando entro num site novo é um teclado que me ocupa mais de metade do ecrã.

Já disse que o Internet Explorer é um autêntico caracol?

Além disso, falava-se muito bem do Internet Explorer do Windows Mobile porque é compatível com conteúdos Flash, omnipresentes na internet. Ok.

Então devo ser eu que estou a ver mal e aquilo que se vê na imagem em cima não é um aviso de erro e de incompatibilidade. Seja como for, também estar a mandar vir com o Flash parece uma tolice quando tudo o resto é imperceptível.


Mais coisas

Infelizmente o Windows Mobile 6.5 está cheio de pérolas. De facto, são tantas as coisas que falham que eu não tenho paciência para as elencar. Do teclado já falei. É alto e ocupa grande parte do ecrã, no entanto as teclas são pequeniníssimas e é quase impraticável usar só os dedos.

Este é justamente outro problema de tudo isto. A Microsoft devia ter encontrado forma para que a stylus/estilete (aquela canetinha que acompanha muitos PDAs) deixasse de ser necessária. Infelizmente não encontrou. Continuam a aparecer botões pequenos demais e, outra vez, o teclado é impraticável. Tem uma versão melhorzinha (com duas letras por tecla) mas nem isso recomendo.

Já disse aqui, logo no princípio, que pensava que estavam a gozar comigo. E sendo isso um exagero, porque sei que não estão a gozar comigo, fico incrédulo com uma série de coisas que se vêem neste WM6.5.

Por exemplo, o ecrã a partir do qual se fazem os telefonemas. É o mesmo desde 2005 se não me engano. Dois mil e cinco foi um ano que aconteceu há quase cinco anos. Para terem uma ideia, foi o ano em que o João Paulo II morreu. Tempo suficiente para ter mudado algumas coisas não?

Coisa aliás que fizeram na calculadora.

Só gostava de saber quem foi a mente brilhante que mandou o designer alterar a calculadora, mas não mexer um milímetro que seja na aplicação do calendário. Acho que isto é mesmo pré-2005. Vê-de!

Mas também houve coisas onde a Microsoft mexeu e orgulha-se disso! Por exemplo, as barras de scroll, ou seja, o deslizamento da página. Agora essas barras foram todas revistas e melhoradas. A título de exemplo deixo uma barra vertical isolada aqui em baixo. Ao lado está um menu de contexto, também mais bonito do que era antes, com as barras nos topos do menu.

Só tenho pena que o resto tenha um aspecto antiquadíssimo.

A melhor demonstração disso mesmo são os separadores que aparecem no fundo de muitos ecrãs. Agora estão mais redondinhos. Antes, esses separadores tinham um aspecto menos trabalhado. Agora foram renovados mas, como alguém se esqueceu de mexer noutras coisas da mesma página, tudo fica extremamente mal cozido. Um exemplo.

Espero que as imagens falem por si. Para ser franco acho que mais do que falarem, considero que as imagens são gritantes.


O Mundo

A dada altura perguntei-me: será que sou só eu que penso assim? Fiz a busca do costume. Google. Procurei por mais testes ao Windows Mobile 6.5 e vi que estou longe de estar sozinho.

Alguns dos maiores sites do mundo dizem coisas como as que se seguem:

- Engadget: nas conclusões lê-se que o Windows Mobile 6.5 é "um remendo, feito com fita isoladora, chiclete e cola-tudo"; um pouco mais à frente prevê-se que o "6.5 não vai trazer um único novo utilizador" a esta plataforma.

- Gizmodo: o título do artigo é "Não há desculpa para isto".

- Mobile Crunch: o título é "Continua a não prestar".

- ZDNet: destaca-se a palavra "desapontante".  



A TMN também não ajudou nada

Está-lhe no sangue. A TMN tem a péssima capacidade de pegar numa coisa bonita e transforma-la em feia. Foi isso que tentou fazer no ecrã inicial. O que vale é que deixou algumas alternativas. Deixo-vos com o ecrã inicial alterado pela TMN e depois outros, produzidos pela Microsoft.

Como é possível ver, para não fazer asneira, a TMN só teria que ter ficado quieta e não mexer. Mas não. Tinha que meter ali o logotipo! 

Resultado: quando se clica no iniciar é que a coisa fica mesmo muito feiosa. Vamos comparar novamente?

O logotipo da TMN fica mesmo bem ali, não fica?

 

Pensamentos finais

Para finalizar tenho que fazer uma ressalva que não fiz no princípio. A forma como o Windows Mobile 6.5 funciona varia entre os vários smartphones. Por exemplo, ter um ecrã maior pode fazer com que a interacção com o teclado virtual melhore e seja menos trabalhoso escrever uma frase.  Também imagino que navegar na net com o Internet Explorer seja um pouco menos penoso do que neste TMN Silverbelt. Mesmo assim, disto tenho a certeza, ainda vai estar muitos furos abaixo do iPhone.

Mas não só é só a nível do hardware que se notam diferenças entre aparelhos com o Windows Mobile 6.5.

Também as marcas fazem alterações profundas.

Ou melhor, umas mais profundas que outras. Neste caso a TMN pouco ou nada mexeu no Windows Mobile. E fez muito mal. Quem optar por espreitar Windows Phones feitos pela HTC ou pela Samsung não vai ver algumas coisas das quais eu me lamentei aqui. Refiro-me aos contactos, a aplicação do telefone, mas não só.

 

E agora sim concluindo.

Não estou nada, nada, nada convencido com o Windows Mobile 6.5. Na minha opinião, o que este sistema operativo mais precisava era de uma grande reviravolta a nível gráfico. Para além do embelezamento era importante que se pudesse acabar com as canetinhas. E nem uma coisa nem outra.

Tenho pena disto porque em tempos fui um enorme fã do Windows Mobile. Custa-me vê-lo assim, parado no tempo e sem ter nada que o destaque em relação aos sistemas operativos da concorrência. As duas imaegsn que se seguem, tirando a barra de scroll do lado direito podiam ter mais de 3 anos.

Por piada, e para provar o meu ponto, isto era o Windows Mobile em 2004:


No fim de tudo isto, só uma coisa me alegra: cheguei ao final deste texto e não tenho de pegar mais neste telemóvel. Não o recomendo a ninguém. O Windows Mobile 6.5, até ver, também não.

 

Adenda #1

Ainda antes de dar os últimos retoques na análise, dei de caras com a frase que transcrevo. Não podia estar mais de acordo com ela: "Escrever no Windows Mobile 6.5 é uma tarefa miserável. Quão má? Sempre que nos sentámos para analizar esta coisa, ficávamos tão frustrados com o teclado que tínhamos de parar. Nós. Detestamos. Isto".

Eu. Não. Podia. Estar. Mais. De. Acordo.

E o que é mais espantoso é que o Mobile Crunch testou o Windows Mobile 6.5 num PDA muitíssimo melhor e com mais ecrã do que eu.

Etiquetas: , , , , , , ,

4 comentário(s)

Partilhar

MD#390 - Nine Inch Nails DVD

Publicado por ruitukayana em 05 de Nov de 2009

Este é por nossa conta. Foi esta a resposta dos fãs dos Nine Inch Nails a mais uma barreira colocada pela indústria da música. O facto é que esta banda americana, cerca de quinze anos depois de ter lançado o "The Downward Spiral", o seu álbum mais celebrado, resolveu tocá-lo na integra.

E propôs-se a gravar em vídeo o espetáculo.

O problema é que a promotora do concerto pediu um dinheirão e inviabilizou esse projecto. Bem vistas as coisas, depois dos NIN se terem livrado das editoras e de terem oferecido um álbum aos fãs, encontraram um novo empecilho e estavam manietados.

Mais ou menos.


Durante toda a digressão de despedida (os NIN anunciaram que não vão dar concertos tão cedo), o mentor da banda, Trent Reznor, convidou o público a levar máquinas de filmar e gravar o concerto. Neste espetáculo em particular o convite manteve-se.

Quando Reznor ofereceu um álbum ao público anunciou-o dizendo: este ofereço eu.

Os fãs agora responderam-lhe dizendo: este oferecemos nós.

É mesmo assim. Dois meses depois do tal concerto, e depois de um mês a receber gravações feitas por quem lá esteve, um rapaz americano concebeu um DVD ao vivo feito a partir do olho do público. A qualidade da gravação nem sempre é a melhor e nunca é profissional. Mas o vídeo é muito interessante.

Está disponível no YouTube e, para quem o quiser, para download.

Etiquetas: , ,

Comentar

Partilhar

(Curto) Teste ao Windows Mobile 6.5

Publicado por ruitukayana em 04 de Nov de 2009

Não estava à espera de começar este texto assim, mas a verdade é que senti que estavam a gozar comigo. O pouco que tinha tinha visto do Windows Mobile 6.5 deixou-me francamente ansioso para o puder testar porque, de facto, a mais recente incarnação do sistema operativo para telemóveis da Microsoft parecia estar no bom caminho.

O problema é que uma coisa é uma ou outra imagem que vamos vendo na net... outra coisa é o Windows Mobile 6.5.

Antes de tudo devo dizer que o telemóvel onde testei o novo WM 6.5 é o TMN Silverbelt. Neste texto vou tentar abstrair-me o mais possível desse aparelho e das (algumas lamentáveis) customizações que a operadora resolveu introduzir.

Começo por aquilo que mais gostei.


Ecrã Inicial

Esta é a melhor parte de tudo isto. Infelizmente não se pode fazer tudo a partir daqui porque se fosse possível até que isto nem era mau. Aqui a Microsoft deu uma volta completa ao que antes era o ecrã inicial.

Agora aparecem uma série de opções que nos permitem ver facilmente se alguém nos telefonou, qual o próximo compromisso na agenda, mas também, e por exemplo, é possível pôr músicas a tocar logo a partir dali.

Basta para isso que essa seja a opção destacada naquele destaque horizontal que se pode ver nas imagens.


Menu Iniciar

Aqui começam os azedumes. A Microsoft achou, e com razão, que era tempo de facilitar o acesso a todos os programas e achou também que, já que estava com as mãos na massa, era tempo de fazer uns ícones mais interessantes. Acertou em tudo.

O problema é que o utilizador não pode escolher que programas quer mais acima na página.

Assim, como aquilo só funciona na base do deslizar o dedo até aparecer o dito programa, rezo para que não precisem de estar continuamente a usar os programas que estão mais no fundo da página. Nesse caso esse polegar até vai ganhar músculo de tanto pedalar.


Marketplace

Enquanto escrevia estas palavras, lá consegui que o Marketplace deixasse de dar erro (seria por causa da ligação à internet?) e consegui instala-lo. Estranhamente não vinha instalado de origem.

Esta aplicação é uma óptima ideia. Aqui a Microsoft congrega um montão de programas que são pensados para este sistema operativo e permite instala-los a partir dali. Uns são grátis, outros não.

Como a loja ainda está a dar os primeiros passos não quero avançar muito mais. Seja como for, só o facto de existir já é muitíssimo positivo. Agora concerteza que vai ser melhorada. 


Internet Explorer

Há quem diga que este é um dos pontos mais positivos do WM 6.5. Ora, ou eu estou a ver mal ou está tudo grogue. Para além de lento, o grande problema deste Mobile Internet Explorer é que é péssimo a mostrar as páginas na vista geral. Para além da página ficar feita num oito, as letrinhas ficam tão pequenininhas que mais parecem uns borrões. Desejo sorte a quem quer resolver visitar o blogue do Mundo Digital numa máquina destas. O site da TSF também é interessante.

A forma como o teclado se comporta no meio de tudo isto também é indecente. Para além minúsculo recusa-se a desaparecer automaticamente. Como se a primeira coisa que eu quisesse ver quando entro num site novo é um teclado que me ocupa mais de metade do ecrã.

Já disse que o Internet Explorer é um autêntico caracol?

Além disso, falava-se muito bem do Internet Explorer do Windows Mobile porque é compatível com conteúdos Flash, omnipresentes na internet. Ok.

Então devo ser eu que estou a ver mal e aquilo que se vê na imagem em cima não é um aviso de erro e de incompatibilidade. Seja como for, também estar a mandar vir com o Flash parece uma tolice quando tudo o resto é imperceptível.


Mais coisas

Infelizmente o Windows Mobile 6.5 está cheio de pérolas. De facto, são tantas as coisas que falham que eu não tenho paciência para as elencar. Do teclado já falei. É alto e ocupa grande parte do ecrã, no entanto as teclas são pequeniníssimas e é quase impraticável usar só os dedos.

Este é justamente outro problema de tudo isto. A Microsoft devia ter encontrado forma para que a stylus/estilete (aquela canetinha que acompanha muitos PDAs) deixasse de ser necessária. Infelizmente não encontrou. Continuam a aparecer botões pequenos demais e, outra vez, o teclado é impraticável. Tem uma versão melhorzinha (com duas letras por tecla) mas nem isso recomendo.

Já disse aqui, logo no princípio, que pensava que estavam a gozar comigo. E sendo isso um exagero, porque sei que não estão a gozar comigo, fico incrédulo com uma série de coisas que se vêem neste WM6.5.

Por exemplo, o ecrã a partir do qual se fazem os telefonemas. É o mesmo desde 2005 se não me engano. Dois mil e cinco foi um ano que aconteceu há quase cinco anos. Para terem uma ideia, foi o ano em que o João Paulo II morreu. Tempo suficiente para ter mudado algumas coisas não?

Coisa aliás que fizeram na calculadora.

Só gostava de saber quem foi a mente brilhante que mandou o designer alterar a calculadora, mas não mexer um milímetro que seja na aplicação do calendário. Acho que isto é mesmo pré-2005. Vê-de!

Mas também houve coisas onde a Microsoft mexeu e orgulha-se disso! Por exemplo, as barras de scroll, ou seja, o deslizamento da página. Agora essas barras foram todas revistas e melhoradas. A título de exemplo deixo uma barra vertical isolada aqui em baixo. Ao lado está um menu de contexto, também mais bonito do que era antes, com as barras nos topos do menu.

Só tenho pena que o resto tenha um aspecto antiquadíssimo.

A melhor demonstração disso mesmo são os separadores que aparecem no fundo de muitos ecrãs. Agora estão mais redondinhos. Antes, esses separadores tinham um aspecto menos trabalhado. Agora foram renovados mas, como alguém se esqueceu de mexer noutras coisas da mesma página, tudo fica extremamente mal cozido. Um exemplo.

Espero que as imagens falem por si. Para ser franco acho que mais do que falarem, considero que as imagens são gritantes.


O Mundo

A dada altura perguntei-me: será que sou só eu que penso assim? Fiz a busca do costume. Google. Procurei por mais testes ao Windows Mobile 6.5 e vi que estou longe de estar sozinho.

Alguns dos maiores sites do mundo dizem coisas como as que se seguem:

- Engadget: nas conclusões lê-se que o Windows Mobile 6.5 é "um remendo, feito com fita isoladora, chiclete e cola-tudo"; um pouco mais à frente prevê-se que o "6.5 não vai trazer um único novo utilizador" a esta plataforma.

- Gizmodo: o título do artigo é "Não há desculpa para isto".

- Mobile Crunch: o título é "Continua a não prestar".

- ZDNet: destaca-se a palavra "desapontante".  



A TMN também não ajudou nada

Está-lhe no sangue. A TMN tem a péssima capacidade de pegar numa coisa bonita e transforma-la em feia. Foi isso que tentou fazer no ecrã inicial. O que vale é que deixou algumas alternativas. Deixo-vos com o ecrã inicial alterado pela TMN e depois outros, produzidos pela Microsoft.

Como é possível ver, para não fazer asneira, a TMN só teria que ter ficado quieta e não mexer. Mas não. Tinha que meter ali o logotipo! 

Resultado: quando se clica no iniciar é que a coisa fica mesmo muito feiosa. Vamos comparar novamente?

O logotipo da TMN fica mesmo bem ali, não fica?

 

Pensamentos finais

Para finalizar tenho que fazer uma ressalva que não fiz no princípio. A forma como o Windows Mobile 6.5 funciona varia entre os vários smartphones. Por exemplo, ter um ecrã maior pode fazer com que a interacção com o teclado virtual melhore e seja menos trabalhoso escrever uma frase.  Também imagino que navegar na net com o Internet Explorer seja um pouco menos penoso do que neste TMN Silverbelt. Mesmo assim, disto tenho a certeza, ainda vai estar muitos furos abaixo do iPhone.

Mas não só é só a nível do hardware que se notam diferenças entre aparelhos com o Windows Mobile 6.5.

Também as marcas fazem alterações profundas.

Ou melhor, umas mais profundas que outras. Neste caso a TMN pouco ou nada mexeu no Windows Mobile. E fez muito mal. Quem optar por espreitar Windows Phones feitos pela HTC ou pela Samsung não vai ver algumas coisas das quais eu me lamentei aqui. Refiro-me aos contactos, a aplicação do telefone, mas não só.

 

E agora sim concluindo.

Não estou nada, nada, nada convencido com o Windows Mobile 6.5. Na minha opinião, o que este sistema operativo mais precisava era de uma grande reviravolta a nível gráfico. Para além do embelezamento era importante que se pudesse acabar com as canetinhas. E nem uma coisa nem outra.

Tenho pena disto porque em tempos fui um enorme fã do Windows Mobile. Custa-me vê-lo assim, parado no tempo e sem ter nada que o destaque em relação aos sistemas operativos da concorrência. As duas imaegsn que se seguem, tirando a barra de scroll do lado direito podiam ter mais de 3 anos.

Por piada, e para provar o meu ponto, isto era o Windows Mobile em 2004:


No fim de tudo isto, só uma coisa me alegra: cheguei ao final deste texto e não tenho de pegar mais neste telemóvel. Não o recomendo a ninguém. O Windows Mobile 6.5, até ver, também não.

 

Adenda #1

Ainda antes de dar os últimos retoques na análise, dei de caras com a frase que transcrevo. Não podia estar mais de acordo com ela: "Escrever no Windows Mobile 6.5 é uma tarefa miserável. Quão má? Sempre que nos sentámos para analizar esta coisa, ficávamos tão frustrados com o teclado que tínhamos de parar. Nós. Detestamos. Isto".

Eu. Não. Podia. Estar. Mais. De. Acordo.

E o que é mais espantoso é que o Mobile Crunch testou o Windows Mobile 6.5 num PDA muitíssimo melhor e com mais ecrã do eu.

Etiquetas: , , , , , , ,

Comentar

Partilhar

MD#389 - Os Vídeos TED, traduzidos

Publicado por ruitukayana em 04 de Nov de 2009

São cada vez mais os vídeos da excelente TED que se encontram legendados em português de Portugal ou do Brasil. Encontraos todos atrás deste link.

Ficam aqui dois a título de exemplo. Se clicarem em "subtitles" é possível acompanhar o vídeo através de legendas.

Quando se fartarem dos que estão traduzidos, há imensa coisa boa por traduzir que merece ser visto.


Etiquetas:

Comentar

Partilhar

MD#388 - Electricidade Sem-Fios

Publicado por ruitukayana em 04 de Nov de 2009

 A electricidade sem-fios está aí ao virar da esquina. Querem uma prova? Cliquem aqui.

Etiquetas: ,

Comentar

Partilhar

MD#387 - Olh'o robot: é p'ra gatinha e pró cãozinho, olhó!

Publicado por ruitukayana em 02 de Nov de 2009

Confissão: adorava um dia ter um Roomba da iRobot. Um robô aspirador é uma espécie de ovo de colombo, uma ideia que não compreendo como é que não está disseminada por todo o mundo.


Ora, a iRobot anunciou recentemente uma variante destes pequenos autómatos maravilha. Estes são pensados para as famílias que além da mamã e do papá, ainda têm um bóbi.

Estes Roombas vendem-se por cá, nas grandes lojas de electrodomésticos e produtos tecnológicos.

Etiquetas: , ,

Comentar

Partilhar

Smartphones Made in China



PUB

O Mundo Digital: Tecnologia fresquinha, todos os dias passa na TSF por volta das 14:18.

Este blogue, escrito por Rui Tukayana, acompanha e complementa o programa. Sugestões, críticas e spam: mundodigital@tsf.pt.

No Mundo Digital usamos os tags/etiquetas para melhor catalogar as notícias. Ficam aqui algumas sugestões para as mais interessantes.

Subscrever Podcast Subscrever Podcast via iTunes

PATROCÍNIO