MD - Natal de última hora

Publicado por ruitukayana em 20 de Dez de 2013

Está à procura de prendas de última hora e quer evitar as filas nas lojas dos grandes centros comerciais? Não há muito por onde fugir. Ou encontra o que procura num estabelecimento mais pequeno… ou aposta nas lojas online… e reza para que a encomenda chegue a tempo.


Por outro lado, pode apostar em compras virtuais.

Música!

Álbuns inteiros que podem ser descarregados directamente no leitor de MP3. E nesta altura do ano encontram-se bons negócios. O iTunes é a sugestão mais óbvia, mas eu prefiro o 7 Digital.

Apps!

Ofereça programas para os computadores ou para os smartphones e tablets que, além de baratos podem ser muito úteis.

Pode apostar também em Vales-Oferta da Apple, ou da Amazon Inglesa, ou americana :) que depois o sortudo terá o prazer de gastar naquilo que muito bem entender.

Ou então jogos! Nas appstores dos smartphones e tablets Android ou não, encontra um número sem fim destes jogos mas se procura bons negócios, a pensar nos computadores, então talvez seja boa ideia passar pelo site Humble Store. Por lá encontra excelentes jogos com enormes descontos.


Comentar

Partilhar

MD - Apple Mac Pro à venda

Publicado por ruitukayana em 19 de Dez de 2013

Procura um supercomputador, com um desenho, especificações tecnicas e um preço do outro mundo?

A Apple tem uma proposta para si. É o novo Mac Pro. Foi posto à venda hoje na América e mais barato custa o equivalente a 2100 euros. Cá só vão estar à venda no início de 2014 e vão custar mais mil euros do que os congéneres americanos.

Três mil e quatro mil euros.

Comentar

Partilhar

Teste / Review ao iRobot Roomba 780

Publicado por ruitukayana em 17 de Dez de 2013

Sou fã dos Roomba há já muito tempo. Conheci estes robôs aspiradores quando os produtos da iRobot ainda nem eram comercializados na Europa. Felizmente isso mudou.

Com o passar dos anos novos modelos foram saindo, com melhorias evidentes, mas mesmo assim eu só os conhecia no papel.

Até hoje.

Introdução / Design

Os Roomba são pioneiros no campeonato dos aspiradores robotizados. O formato circular é uma imagem de marca dos equipamentos não só da iRobot, mas também de outras marcas que entretanto começaram a lançar os seus próprios robôs. 

 

Muitos olharão para este formato e pensarão que a máquina não consegue chegar aos cantos e o pó fica todo acumulado nessas zonas. Não é assim. Os Roomba actuais têm uma pequena escova circular, colocada num eixo lateral do robô, que consegue apanhar a sujidade que fica nessas zonas mais complicadas.

Por outro lado, é baixinho. Boa ideia. Só assim se consegue enfiar debaixo dos sofás e de alguns móveis.

Em relação aos modelos mais antigos noto ainda uma outra diferença importante. Estes Roomba têm um pára-choques. Apesar da velocidade que atingem não ser muito elevada os donos de Roombas mais antigos devem ter-se queixado que o plástico rachou numa batida mais forte. Terá sido por isso que a iRobot concebeu esta forma de absorver as pancadas. Até ver funciona.

Primeiro contacto

É quando se tira um Roomba da caixa, que se toma o primeiro contacto com uma série de coisas estranhas que iremos passar a ver todos os dias, ou pelo menos quase sempre que se usa a máquina. É o utilizador que tem de instalar as escovas no sítio correcto. Não custa nada e é algo que terá de fazer com regularidade para as limpar o melhor possível. Uma é de borracha e nessa o trabalho não vai ser muito, a outra é mais ao estilo de uma vassoura normal e é a que sofre mais. Todos os dias fica com pêlos e cabelos compridos agarrados e convém tirá-los. É também preciso pôr no sítio o reservatório onde ficará o lixo aspirado.

Também isto não custa nada e é muito fácil voltar a tira-lo para deitar o conteúdo num balde do lixo. Também esta operação vai ser feita com muita regularidade já que o contentor não é assim tão grande e enche-se com facilidade.

Os Acessórios

Cabe-me aqui destacar duas peças que não fazendo parte do robô, podem ser muito úteis. A primeira é a “Docking Station”, na prática é esta a peça que serve de “casa” ao Roomba e permite carregar-lhe a bateria. Esta não só é útil, como imprescendível.

A outra tecnologia chama-se “virtual wall”.

Trata-se de um outro equipamento que faz de parede virtual capaz de confinar o Roomba a um determinado espaço. Se não quiser que o robô vá para uma qualquer zona da casa, use isto. Funciona com pilhas.

Tecnologia

A forma como estes robôs funcionam é espantosa.

Quando o importador nacional me perguntou se eu estaria interessado em fazer um teste aos Roomba eu disse que sim mas omiti, propositamente, alguns pormenores. Não lhes disse por exemplo, que temos um cão (já lá vou) e que vivo numa habitação de dois pisos. Ou seja, não lhes falei nem de pêlo, nem de escadas.

As escadas eram justamente a nossa maior preocupação. Eu já tinha lido que o Roomba as detecta sem qualquer problema e faz marcha atrás na hora H, mas uma coisa é ler um artigo na net, outra coisa é partir uma máquina destas enviada de boa fé pelo importador.

Confirmou-se o que eu já havia lido: as escadas não são problema.

Na parte de baixo do robô, para além das escovas, das rodas e do reservatório para o lixo e pó, existem também seis sensores que estão continuamente a sondar o chão de forma a garantirem a segurança da máquina. Até agora não falharam. Apenas uma vez me deparei com uma situação mais complicada: o Roomba avançou a todo o vapôr em direcção ao precipício e como a velocidade era demasiada (presumo que foi isso) ele estancou antes de cair, mas em vez de fazer marcha atrás, como das outras 999 vezes, ouviu-se uma voz a dizer qualquer coisa como “Erro! Leve o Roomba para outra localização”. Foi o que fiz. Nunca mais voltou a acontecer embora duvide que tenha aprendido a lição.

Manutenção

O tempo que passei com esta máquina não foi suficiente para avaliar o seu desgaste ao longo do tempo. Seja como for, ninguém deve esperar que os Roomba durem para sempre. Principalmente no que diz respeito às escovas. Aliás, não é a toa que alguns modelos já são vendidos com acessórios extra de forma a substituirem-se aqueles que trabalharam demais.

Por outro lado, a vida útil de tudo o que tenha a ver com o Roomba pode ser potenciada com a limpeza manual das peças.

E não custa muito. De dois em dois dias retiram-se as escovas e removem-se os pêlos (de cão) e cabelos que entretanto se agarraram à escova e ela fica como nova. Na caixa vêm uns acessórios para tratar disso.

Modos de Utilização

Uma das surpresas quando se abre a caixa deste aspirador é que não há manual. O que acontece é que os Roomba não têm segredos. O botão CLEAN põe o robô a aspirar a casa e não tem de se preocupar com mais nada. Se ele partir da “Docking Station” é até capaz de regressar para carregar a bateria. Parece magia.

Na parte frontal do Roomba há ainda outros botões: DOCK, CLOCK, SCHEDULE e o SPOT. Destes apenas dois merecem destaque. Quando se pressiona o SPOT o robô concentra o seu trabalho numa zona em concreto e o SCHEDULE permite agendar limpezas automáticas. Por exemplo, todos os sábados, terças, e quintas às 11h. Ou então em qualquer outro dia e a qualquer outra hora.

A Aspirar

É quando se clica no CLEAN que a magia começa. Movido por uma vontade férrea o Roomba começa de imediato a mapear e a aspirar a casa. Nos primeiros momentos parece mais interessado em conhecer o terreno por onde se move, mas desde logo dedica-se às limpezas. E trabalha muito bem.

Porque temos um cão cá em casa, todos os dias temos que varrer o chão. Tem sido assim nos últimos cinco anos. Com a excepção destes últimos dias. O Roomba tem feito um excelente trabalho e enche o depósito com pêlo de cão, mas não só. Apanha bastante pó e quando esvaziamos o reservatório do lixo encontramos com facilidade migalhas e pequenos objectos que foram apanhados pelo robô.

Mas para que a coisa funcione bem (e funciona mesmo bem) é preciso tomar algumas precauções. Para garantir que o robô aspira por baixo das mesas é boa ideia tirar as cadeiras. E quem diz isto diz qualquer objecto que pareça que vá tornar a tarefa mais complicada. Aqui em casa fazemos isso apenas com as cadeiras e nem sempre o fazemos.

Mas o maior inimigo do Roomba é outro. Este robô detesta as extensões electricas e cabos pelo chão. Estas são mais difíceis de tirar do caminho e é uma pena pois o pequeno robô-aspirador tem uma tendência inata para se enfiar no meio delas. O que vale é que sempre que se vê numa situação enrascada, ou seja, sempre que se sente preso, ele começa a girar as escovas no sentido contrário e consegue desencravar-se. Seja como for, quantas menos extensões ele encontrar pelo caminho, melhor.

Já os tapetes e pequenos obstáculos não são problema.

Quando detecta que está com dificuldades em avançar, o Roomba tem uns amortecedores de fazer inveja a muito automóvel e trata de subir para cima das carpetes. Francamente, isto não assunto.


Cá em casa temos tapetes de vários tipos (até dos mais felpudos) e o robô chega para eles todos.

Conclusões

Esta semana e pouco de testes acabou por dissipar as reservas que eu tinha relativamente aos Roomba. Pensei que estes aspiradores do século XXI se dariam mal em casas onde os cães largam mais pêlo do que os donos gostam de admitir, mas a verdade é que não é assim. Durante uma semana a vassoura ficou parada e isso é histórico cá em casa. Mas não é só pêlo que ele aspira! O pó que se acumula e as migalhas que caem ao chão afinal são muitas mais do que eu imaginava, mas só desta forma é que me apercebi.

Como qualquer aspirador faz algum barulho. Para evitar esse ruído limito-me a pô-lo a trabalhar num compartimento onde eu não esteja. E confesso que às vezes até me sabe bem ouvi-lo, a trabalhar, no quarto ao lado, a embater num móvel e a aspirar na minha vez. Isso sabe-me mesmo bem. :)

No campo das preocupações, sublinho a atenção que se tem de ter em dois momentos. Primeiro: há quartos que têm de ser “preparados” para receber o Roomba. As cadeiras e as extensões electricas não são os melhores amigos do robô-aspirador. Segundo: depois de uma ou duas limpezas, convém tratar-lhe das escovas e esvaziar o depósito do lixo.

Há ainda uma outra preocupação: o preço. A Cleverhouse, o importador nacional destes robôs, tem alguns modelos disponíveis, mas o mais barato fica por 400 euros. Quatrocentos euros é dinheiro. Muita gente, como eu anteriormente, se interroga se estas máquinas valem o preço que custam. A resposta a essa questão depende. Depende do tempo que cada um passa a aspirar e a varrer a casa e também se gosta ou não de perder esse tempo nessas tarefas. Eu não gosto mesmo nada e, até hoje, o meu aspirador e a minha vassoura não são capazes de trabalhar de forma autónoma.

Últimas Linhas

Ainda antes de ver um Roomba a trabalhar eu já era crente do conceito. Agora sou um fiel praticante. Estes robôs são impressionantes.

Comentar

Partilhar

MD - QUID Box vence prémio na CES 2014

Publicado por ruitukayana em 17 de Dez de 2013

A CES 2014 já mexe! A maior feira de tecnologia de consumo do outro lado do Atlântico só começa na segunda semana do próximo ano, mas já foram anunciados os vencedores dos prémios de inovação.

E um deles fala português.


É uma caixa que se liga à TV, pode ser contorlada por voz e gestos e segundo a empresa que a desenvolveu é barata. O júri da CES concordou.

Chama-se QUID Box e venceu na categoria Componentes Domésticos de Audio-Vídeo.

Comentar

Partilhar

MD - Mudar do Gmail para o Outlook

Publicado por ruitukayana em 16 de Dez de 2013

Está farto da Google e quer dar o salto do Gmail para o Outlook da Microsoft?

Não está sozinho.

A boa notícia é que a empresa fundada por Bill Gates lançou uma ferramenta que ajuda nessa "transfega".

Encontra-a aqui.

3 comentário(s)

Partilhar

MD - Spotify Grátis agora nos telemóveis

Publicado por ruitukayana em 12 de Dez de 2013

Até agora, quem queira ter acesso ao Spotify nos tablets ou telemóveis tinha de pagar.

Já não é assim.

Comentar

Partilhar

MD - Os downloads para o Windows em 2013

Publicado por ruitukayana em 11 de Dez de 2013

Com o ano a chegar ao fim o site Lifehacker dedica-se a fazer a já habitual lista de melhores programas para o Windows em 2013.


É uma lista que todos os anos é reformulada mas desta vez tem o picante do Windows 8. O sistema operativo que este ano se começou a popularizar.

O Lifehacker divide os downloads por categorias. Começa com a produtividade. O Launchy, o PhraseExpress, o Wunderlist e o LibreOffice, entre outros, estão lá.

A abrir a categoria internet está o navegador Chrome. Depois, entre os recomendados estão também o Pidgin, o Skype e Thunderbird.

Outra categoria é a de Música, Video e Fotos. Começa com o leitor de vídeos VLC, passa pelo Picasa, e inclui ainda o Spotify.

No sector das utilidades o grande destaque vai para o Dropbox, o Crashplan e para o RevoUninstaler.

Sublinhe-se no entanto que a lista inclui outros títulos para além destes. Estão todos aqui.

Comentar

Partilhar

MD - Stuff Gadgets Awards 2013

Publicado por ruitukayana em 04 de Dez de 2013

Os melhores gadgets para a revista Stuff?


Estão aqui.

Comentar

Partilhar

MD - Nexus 5 à venda em Portugal

Publicado por ruitukayana em 03 de Dez de 2013

Chegou hoje a Portugal o mais recente membro da família Nexus, os smartphones e tablets com selo Google que, ao contrário do que é habitual, vêm de origem com o sistema operativo Android na sua forma mais pura. São telemóveis sem as aplicações criadas pelo fabricante que na maior parte das vezes, de nada servem.

Chama-se Nexus 5 e é fabricado pela LG.

 

Olhando para ele, percebe-se que é o Nexus mais fino de sempre mas não é só por aí que ele se destaca. Vem de origem com o Android 4.4, tem um ecrã de 5 polegadas com uma resolução full HD, 2GB de RAM, um processador quadcore a 2,26GHZ e ainda uma câmara de 8MP com estabilizador de imagem. Esta última é uma boa notícia, principalmente, para os vídeos. 

Infelizmente, a Google continua a não vender directamente para Portugal o Nexus 5, por isso, só com soluções de recurso é que se pode comprar o telemóvel sem ter de se ir pelas operadoras.

Essas, puseram-no à venda esta manhã. TMN e Optimus têm o Nexus 5 disponível nas suas lojas online. A Optimus vende-o por preços que vão dos 280 até aos 450 euros. A TMN propõe €440.

Só mais uma nota: em Portugal o que há é o modelo de 16GB.

Comentar

Partilhar

MD - Super Mario 3D World

Publicado por ruitukayana em 29 de Nov de 2013

No dia em que a PlayStation 4 chega às lojas portuguesas, mais um representante da nova geração de consolas, aqui com o selo Sony, há outro nome mítico dos jogos que regressa às prateleiras.


Super Mário, o canalizador da Nintendo, é a estrela de um novo jogo em que a marca japonesa aposta forte.

Historicamente nos jogos do Super Mario o canalizador tem uma importante missão: salvar a princesa. Desta vez, no entanto, e na visão do New York Times, o salvamento é o da própria consola Wii U da Nintendo.

O jogo Super Mario 3D World foi esta semana analizado por este diário, que é um dos mais importantes jornais do mundo e sai-se muitíssimo bem do escrutínio.

O jornalista começa por explicar que em casa tem uma XBOX One e uma PS4 ainda a cheirar a novo, mas diz que os jogos que saíram no primeiro momento com essas consolas não têm piada. O oposto deste Super Mario 3D World que sai do jornal com o título de melhor jogo neste final de ano.

O Times de Nova Iorque sublinha que as vendas da Wii U estão muito em baixo. São tão más que na Europa são mais as unidades devolvidas à Nintendo pelas lojas do que aquelas que são vendidas ao público.

No entanto, repete o jornal, entre a nova geração de consolas, a Wii U é a única que tem um jogo que vale a pena jogar. O Super Mario 3D World é o melhor Mário desde há anos. Uma «surreal celebração dos jogos e da exploração cheio de mudanças de perspectiva e com um uso muito imaginativo da luz e das sombras».

Super Mario quer salvar a princesa mas pode dar um enorme pulo e salvar a consola. Resta saber se ainda vai a tempo, agora que as concorrentes estão no mercado.

Comentar

Partilhar

MD - Google agora com voz

Publicado por ruitukayana em 28 de Nov de 2013

Estará não só nos gestos, mas também na voz, a forma como no futuro próximo iremos interagir tanto com os nossos gadgets como com os electrodomésticos.c Nas televisões e nas consolas isso já é visivel. As mais avançadas reconhecem os utilizadores e estão sempre à escuta e à espreita, para satisfazerem os desejos dos seus donos.


Nos telemóveis, por cá, esta nova forma de nos relacionarmos com as máquinas ainda é rara, mas muitos conhecerão o exemplo Siri. Este software transforma o iPhone numa espécie de secretária do senhor engenheiro, capaz de descobrir por ele um bom restaurante italiano, ou um hotel em Paris com vista para a catedral de Notre Dame.

Uma funcionalidade que a Google também já implementou nos seus telemóveis e que agora faz chegar aos computadores.

Quem tiver um PC com o Chrome, para navegar na internet pode instalar um extra que permite falar para a máquina em vez de escrever as buscas no campo de procura ou até os endereços de internet.

A interacção para já funciona no site americano da gigante da internet e começa com as palavras mágicas "OK Google" a partir daí é navegar e não funciona nada mal.

O problema é o barulho!

Se a moda pegar (e nos Estados Unidos a Siri não foi assim tão bem aceite) os gabinetes, os autocarros e as repartições públicas vão ser locais ainda mais barulhentos.

Enquanto isso não acontece nada como instalar este extra e ver que tal.

Comentar

Partilhar

MD - Gadget Awards 2013

Publicado por ruitukayana em 27 de Nov de 2013

A Stuff está a avançar com os candidatos para os melhores gadgets e afins do ano. 


São várias as categorias a espreitar. 

Estão aqui.

Comentar

Partilhar

MD - Apps para "selfies"

Publicado por ruitukayana em 21 de Nov de 2013

Foi no início desta semana que os editores dos dicionários Oxford, em Inglaterra, escolheram “selfie” como a palavra do ano.

“Selfies” são aquelas fotografias tipo autoretratos (ou grupo-retrato) tirados de braço estendido e, normalmente, com o recurso a um telemóvel. Em português a palavra pode ser traduzida para qualquer coisa como um “euzinho” ou uma “euzinha” e o Facebook está a abarrotar com elas.

A minha primeira
A minha primeira "selfie"

Ora, na semana em que esta expressão se tornou a palavra do ano em Inglaterra, o Instagram, uma das maiores redes sociais das fotografias e talvez a maior das selfies, faz saber que acaba de lançar uma aplicação compatível com os smartphones sujo sistema operativo é o Windows Phone.

Este sistema operativo tem sentido dificuldades em atrair programadores para fazerem apps compatíveis com ele e este anúncio é importante porque o Instagram é uma das ferramentas preferidas de quem gosta de tratar o telemóvel como se fosse uma máquina fotográfica. Tem milhões de utilizadores

Mas esta aplicação está longe de ser a única onde se podem tirar boas selfies!

Para quem veio até à procura de sugestões de apps para as fotografias, aqui ficam elas:

iOS - Everyday / Pixtr / Cam Me / Over / Camera + / GoldfrApp / Pro Camera / Snapseed / Instagram / Photo Editor by Aviary

Android - Pixtr / Snapseed / Instagram / Photo Editor by Aviary

Comentar

Partilhar

MD - Jogos a pensar no Natal 2014

Publicado por ruitukayana em 19 de Nov de 2013

A poucos dias do lançamento em Portugal da PS4, os grandes jogos para as consolas e computadores, aqueles que investem milhões no desenvolvimento e na publicidade, já estão todos à venda e à espera do retorno do investimento.

Destacamos alguns.


É o caso de Batman Arkham Origins, um título com uma jogabilidade muito inspirada nos jogos mais recentes à volta do homem-morcego. Um belo Batman com grandes momentos.

Nos jogos de guerra a competição continua a ser entre os eternos rivais. Louva-se a acção, os gráficos e o nível de destruição no Battlefield 4, já o Call of Duty Ghosts merece créditos pela estória no modo campanha e por ter melhorado muito o modo multi-jogador online.

Para quem gosta de futebol não há surpresas. O FIFA 14 é uma aposta certa e para os mourinhos do sofá o Football Manager 2014 promete muito trabalho.

No campo da estratégia a saga XCOM volta a atacar, desta vez com Enemy Within. Joga-se nas consolas e nos PCs. Quem tem um iPhone, iPad, ou algo com o Android deve experimentar o recomendadíssimo XCom: Enemy Unknown.

Um género que ultimamente tem ganho fãs é o do suspance e sobrevivência. Aqui ganha, com facilidade o The Last Of Us. Por outro lado, também o Beyond: Two Souls, um quase filme interactivo também merece ser ponderado.

E depois há também o GTA V. Talvez o melhor jogo do ano.

Tudo... recomendações quase deixando de fora a nova geração de consolas que aí vem. Isto porque a Nintendo Wii U já está entre nós. Nela para além dos jogos recomendados anteriormente destacam-se ainda as plataformas do Rayman Legends e o excelente Zelda: The Wind Waker.

Comentar

Partilhar

MD - Melhores negócios online

Publicado por ruitukayana em 18 de Nov de 2013

Comprar online ainda está longe de ser uma tradição, mas espreitar os sites não custa e quem quiser ou puder esperar um pouco mais, então pesquisar lá fora é uma excelente ideia. Basta lembrar que o IVA em Portugal é superior ao praticado em muitos outros países europeus.

Por aqui já foram várias as vezes que recomendamos a Amazon. No site inglês e no que diz respeito a brinquedos, tecnologia, roupa e outras coisas... encontra-se muita preços bem mais baratos do que em Portugal e em mais de 90% das vezes. O envio para cá é gratuito.

A política de trocas é excelente e se o preço baixar até um mês depois da compra se o cliente pedir a Amazon devolve o que foi pago mais.

Mas na net há sites que facilitam ainda mais a vida a quem quer comprar online principalmente na Amazon.


É o caso do CamelCamelCamel um site que se dedica a registar a variação de preços de tudo o que a Amazon vende. Mas para além dos gráficos faz uma outra coisa. Se o utilizador quiser pode escolher um produto e ou pedir para ser avisado no dia em que o preço baixar ou então escolher ser avisado quando o custo atingir um determinado valor. Baixo, entenda-se. E todos estes serviços são gratuitos.

Funções que também são oferecidos pelo Pricenoia. Acompanha preços, avisa utilizadores e, melhor ainda, compara entre todas as Amazons do Mundo ou seja, a americana, inglesa, francesa, alemã, espanhola e outras e diz ao internauta e identifica onde é que está mais barato um qualquer produto que se esteja à procura.

Para além de tudo isto, diariamente revelam quais os melhores negócios e as maiores descidas de preço em qualquer Amazon, nesse dia.

Já agora, só mais uma dica, dentro de sete dias a Amazon arranca com uma semana de descontos que termina na tradicional Black Friday.

Chega tudo a tempo do Natal.


Comentar

Partilhar

MD - ciberataque à Adobe com 152 milhões afectados

Publicado por ruitukayana em 11 de Nov de 2013

Esta notícia tem já alguns dias mas os últimos desenvolvimentos não são positivos e por isso convém mesmo falar nela.

Há cerca de um mês os servidores da Adobe foram atacados e os dados relativos a quase três milhões de clientes foram apanhados.

O assunto é grave já que a empresa é um nome gigante no campo da informática. Basta dar três exemplos do que por ali se desenvolve: o acrobat Reader para os PDFs é de lá que sai, o flash das animações de internet também e o Photoshop tem selo Adobe.

Ora, numa primeira fase a empresa, não chegou a revelar quantos nomes de utilizador e passwords é que caíram nas mãos erradas. a Adobe o que disse é que alguns dados relativos a 2.9 milhões de clientes foram acedidos. Entre esses dados estão os nomes, os números de cartões de crédito e as datas em que estes expiram. Enfim tudo o que é preciso para dar asneira. A Adobe garantiu que iria contactar os bancos e todos os afectados com o problema dos cartões.


Semanas mais tarde, a empresa admitia que além destes,outros 38 milhões de utilizadores tinham sido atacados mas sem a mesma gravidade.

Números que a LastPass põe em causa. Esta companhia especializada na segurança de dados online garante ter encontrado na net as palavras-passe os emails e até as respostas para a recuperação de passwords de cerca de 152 milhões de contas da Adobe.

A empresa nega e sublinha que muitas dessas contas estavam já desactivadas mas o problema não é esse. O preocupante é que quase toda a gente usa as mesmas palavras-passe por toda a internet e mesmo que esses dados já não funcionem na Adobe, podem ser usados em muitos outros sites.

Manda o bom-senso que se puxe pela cabeça para se lembrar se tem ou já teve uma conta com a Adobe. Se sim, está na hora de mudar de palavras-passe. A LastPass foi amiga e deu-se ao trabalho de criar uma ferramenta que avalia rapidamente se a nossa conta de email foi atacada ou não.

Eu fui. Descobri agora que estava a escrever este post para o blogue.

A confirmarem-se as tais 152 milhões de contas afectadas estamos perante o maior cíberataque deste género da história.

1 comentário(s)

Partilhar

MD - StayFocusd

Publicado por ruitukayana em 08 de Nov de 2013

Hoje no Mundo Digital da TSF temos uma sugestão. É que se uns têm um perfeito domínio sobre o tempo que passam e que perdem nas redes sociais, outros nem por isso.

Desses, muitos podem nem dar conta do tempo que ali perdem, mas mutos outros podem estar perfeitamente cientes disso e no entanto não conseguem parar.


É para estes que o Mundo Digital tem uma sugestão.

Uma extensão para o navegador de internet Chrome que limita o tempo que o internauta pode passar a olhar para não só o facebook, como sites ou vídeos aos quais se tenha chegado através da grande rede social. O tempo a partir do qual o StayFocusd bloqueia (e bloqueia mesmo!) é configurado pelo utilizador. Pode escolher 10, 20, 30 minutos ou qualquer outra coisa. Esgotado esse tempo não há facebook para ninguém.


Para o usar precisa do chrome mas até isso é uma boa ideia já que o chrome é o melhor navegador dos que actualmente estão disponíveis, é bastante popular e por isso até já o pode usar.

Depois só tem de ir às extensões e escolher e activar o StayFocusd.

 

Comentar

Partilhar

Comprar a Xbox One em Portugal

Publicado por ruitukayana em 07 de Nov de 2013

Já não é novidade que a Microsoft não escolheu o nosso país para figurar no conjunto de nações onde vai ser possível comprar a Xbox One no dia do lançamento mundial, o 22 de Novembro.


Mas isso não quer dizer que os gamers portugueses se tenham de resignar com a hipótese de só se poderem colar ao ecrãs dos televisores em 2014.  Nada disso.

Uma alternativa é, por exemplo, comprar-se a Xbox One na Amazon espanhol. O pack que inclui também o FIFA 14 parece que já lá vai, mas para quem gosta das corridas e procura o pack Xbox One + Forza Motorsport 5, há boas notícias.

Acabei de fazer uma simulação de uma compra.
Enviado para Portugal fica por 507 euros.

Comentar

Partilhar

MD - Jogos Baratos e Bons

Publicado por ruitukayana em 07 de Nov de 2013

Normalmente, quando aqui no Mundo Digital se fala de jogos o foco costumam ser as consolas.

Hoje não vai ser assim. O Natal aproxima-se e o lançamento da PS4 e da XBox One também, mas os títulos que desta vez destacamos não são tão à frente quanto esses.

É o caso da mais recente promoção do site GOG, good old games, jogos bons e que nem são tão antigos quanto o nome do site deixaria adivinhar e que durante uma semana vão reverter, na totalidade, para Organizações Não Governamentais como a WWF, ligada à conservação da natureza. Aqui a promoção deixa adquirir 3 jogos por cerca de 4 euros. Entre os 10 títulos disponíveis há autênticas joias como o Faster Than Light.

No Humble Bundle desta semana, e como sempre, parte dos pagamentos também revertem para organizações de apoio humanitário. Aqui as propostas giram à volta do mesmo tema. O jogo Batman Arkham Origins foi lançado há poucos dias e para o celebrar a Humble Bundle, em parceria com a Warner Brothers, juntou num mesmo pacote o Batman: Arkham Asylum, o F.E.A.R. 2 e o F.E.A.R. 3, o Lord of the Rings: War in the North e como cada um paga o que quer para conseguir fazer mais uns euros quem pagar mais do que a média, que agora anda pelos três euros e meio fica também com o Scribblenauts Unlimited e ainda com o excelente Batman: Arkham City. Talvez o melhor jogo do ano passado.

Por fim, uma última sugestão, o site da revista PC World fez uma lista com 10 jogos bons para computadores fraquinhos. Uma colecção interessante e a ler agora que se aproxima o Natal.

Comentar

Partilhar

MD - Lomography Experimental Lens Kit

Publicado por ruitukayana em 06 de Nov de 2013

Nos Smartphones, o uso de filtros nas fotografias não é nada de novo. Foram aliás, este tipo de apps, que numa primeira altura, se popularizaram e deram fama a uma série de sites.

O que muitos não saberão, é que a moda começou com as fotografias em máquinas analógicas. Muitas delas, sem a qualidade que se reconhece aos produtos com o selo da Canon, Sony ou Olympus. Foi com as Lomo, que as fotografias alternativas e cheias de efeitos, se tornaram mais conhecidas. Apesar disso, as Lomo nunca saíram de um nicho e agora são-no mais ainda, já que os telemóveis e as apps para a fotografia vieram comer uma boa parte da fatia que a empresa antes detinha quase em exclusivo.

Mas agora a Lomo decidiu reagir. Não ainda no mercado dos smartphones, mas nas câmaras fotográficas digitais. De facto, em vez de lançar mais uma máquina analógica para o mercado, a Lomo acaba de pôr à venda um kit que inclui três lentes que podem ser aplicadas nas máquinas digitais do tipo micro-quatro-terços.

São acessórios bem pequenos. Uma das lentes é olho de peixe, outra é uma grande angular e há ainda uma de 24mm. Permitem aplicar filtros de cores, mais do que uma exposição e uma série de efeitos.

Tudo de forma analógica. Tudo por um preço bem em conta. Cerca de 89 euros.

Comentar

Partilhar

MD - Os melhores headphones por menos de 100 euros

Publicado por ruitukayana em 05 de Nov de 2013

A publicidade e as vias tortuosas dos patrocínios habituaram nos a ver, nas cabeças dos jogadores de futebol, headphones da Beats. Auscultadores que rapidamente deixaram de ser um exclusivo das estrelas da bola e passaram a dar música a muitos jovens e adolescentes que foram na onda.


O problema é que esses Beats estão longe de ser os melhores auscultadores de música e pelo preço podiam ter comprado algo bem melhor.

Ora, sobre o tema dos auscultadores o site The Wirecutter escreveu um extenso artigo onde avalia uma série de headphones para dizer quais são os melhores. Isto entre aqueles que custam menos de 100 euros.


A escolha recaiu sobre um produto da Sony. Sob análise estiveram 14 headphones, os Sony XBA-C10IP venceram porque isolam bem o som, têm boa definição e não são caros.

Custam um pouco mais do que 50 euros mas têm controlo de volume e um microfone que permite usa-los com um smartphone para fazer chamadas.

Comentar

Partilhar

MD - Activision Decathlon pela BioDroid

Publicado por ruitukayana em 04 de Nov de 2013

Foi há 30 anos e uns meses que a Activision lançou o Decathlon, um jogo para o computador Atari que à luz de hoje tinha uns gráficos tão pouco evoluídos quanto os efeitos sonoros.

Os jogadores, no entanto, pouco se incomodaram com isso. O Decathlon vendeu bem e o jogo ficou famoso porque a forma como se jogava implicava uma boa dose de capacidade de sofrimento por parte do joystick.

Milhares devem ter deixado de funcionar à custa deste jogo.

Mas isso foi em 83. Agora os tempos são outros e a tecnologia também.

A novidade é que uma empresa portuguesa voltou a pegar no título e recriou uma versão totalmente actualizada do jogo.

O novo Decathlon continua a ter o selo da Activision, hoje em dia uma das maiores empresas do ramo dos videojogos responsável por títulos como o Call of Duty, por exemplo.

Mas desta vez, não foi, no entanto a empresa americana a desenvolver o jogo. Essa tarefa ficou a cargo da Biodroid uma companhia nacional que vai ganhando nome no campo dos jogos para smartphones e que se tornou na primeira empresa portuguesa a lançar um jogo com o selo da Activision.

No fundo a Activision pagou e a Biodroid fez.

O resultado são as 10 provas do decatlo agora com gráficos revistos e muito actualizados. Como quem manda agora são os telemóveis, em vez do joystick, quem sofre os maus tratos infringidos pelos jogadores é o ecrã.

O Activision Decathlon versão 2013 já está à venda para Android e iOS custa 1 euro e 79.

Comentar

Partilhar

MD - XBOX One e PS4 daqui a um mês

Publicado por ruitukayana em 31 de Out de 2013

Já falta menos de um mês para que se abra um novo capítulo na guerra das consolas. A Playstation 4 da Sony e a XBOX One da Microsoft, vão ser lançadas no final de Novembro.

Uma batalha que em Portugal não começa já. A PS4 vai ser posta à venda a 29 de Novembro mas a XBOX ONE só chegará às lojas nacionais na melhor das hipóteses em 2014. Um atraso que até pode não ser mau já que é no início do ciclo de vida de um produto que aparecem os grandes bugs que só depois são corrigidos e deixam de dar dores de cabeça a quem gasta centenas de euros neste tipo de equipamentos.

Seja como for, e indiferentes aos jogadores portugueses, as duas marcas vão avançando com mais detalhes sobre o que aí vem.

No campo da PS4 a notícia mais recente tem a ver com a lista de jogos que vão estar à venda no dia D eram para ser 33 mas os atrasos ditam que só 24 é que estarão prontos a tempo. Entre eles os sempre-êxitos, Battlefield, FIFA e Call Of Duty.

Do lado da XBOX One o lançamento mundial está ainda mais perto. As novidades mais recentes dão conta que não há novidades. A gigante do software garante que tudo está a correr bem e que o rumor que corre acerca de problemas de última hora com a consola nasceu na cabeça de gente com imaginação fértil e não é realidade.

Em vários países a XBOX ONE vai estar à venda no dia 22 uma semana antes do que a rival da Sony. Uma disponibilidade que, já se disse, não vai existir em Portugal. Por cá, teoricamente, só em 2014 é que poderá ser comprada mas essa é uma medida que pode ser contornada.

Online no site da Amazon inglesa, ou espanhola, ou francesa, por exemplo pode reserva-la e compra-la, já hoje.

Comentar

Partilhar

MD - Os (pouco) escondidos Nexus 5 & Nexus 7

Publicado por ruitukayana em 30 de Out de 2013

Os novos Nexus da Google são o segredo mais mal guardado de que há memória no mundo das tecnologias. E nem dá para entender o porque de tanto secretismo!

Primeiro começaram os rumores do costume, até aí, tudo bem. O problema foi o que se seguiu e que transformou o lançamento destes equipamentos numa paródia ao secretismo.

Primeiro foi um funcionário da Google que foi apanhado, numa festa pública, a tirar fotografias com esse novo equipamento.

Pouco depois foi a própria Google num dos sites da companhia a desvendar tudo sobre o Google Nexus 5. As especificações técnicas, o preço, as fotografias... tudo!

Quando deram conta do erro (façamos de conta que acreditamos que foi um erro) os tecnicos da Google retiraram a página da net mas claro a coisa não ficou por aí.

Os rumores diziam que com o Nexus 5 iria ser lançado o Nexus 10 e esta segunda feira a Google... sem querer, só pode, voltou a cometer o mesmo erro. Na Google Play Store apareceram as fotos e as especificações deste tablet.

E tem coisas interessantes, diga-se, como a bateria gigantesca de 9000mAh que deve garantir uma autonomia enorme e o sistema operativo que vai ser o Android 4.4.

Antes disso no domingo à noite até os directores da Google pareciam brincar com o tema do secretismo. O chefe da área dos telemóveis disse na rede social Google+ que não conseguia dormir porque estava muito nervoso. Na mesma mensagem perguntava a outro patrão da Google se ele também estava impaciente.

Impaciente ou não as horas passaram e não houve nenhum anúncio.

Agora os rumores dizem que no dia em que tudo isto for revelado oficialmente a Google vai também mostrar um relógio super-avançado.

Com tanto aparato, se a Google não mostrar algo mesmo espantoso arrisca-se a desiludir. Uma pena até porque o novo tablet Nexus 10 e o novo smartphone Nexus 5 até parecem muito bons.

Resta saber quando é que são apresentados.

Comentar

Partilhar

MD - LG G FLEX

Publicado por ruitukayana em 29 de Out de 2013

Em reacção ao estranhamente curvo Samsung Galaxy Curve a LG acaba de mostrar ao mundo o LG G Flex, um smartphone também côncavo. Aqui, noentanto, a curva é longitudinal: de baixo para cima. Diz a LG que acompanha melhor a cara. Vem, portanto, resolver um problema do qual nunca ninguém se queixou.

Sublinhe-se que o G Flex não é nenhum protótipo e a fabricante coreana já garantiu que o vai pôr à venda na Coreia do Sul em Novembro. Noutros mercados, como o português, não se sabe muito mais, no entanto os representantes da LG em Portugal já marcaram para a próxima semana uma apresentação nacional deste equipamento. Um evento que não garante, no entanto, que o Flex venha a ser disponibilizado entre nós. [Depois de um email muito críptico, a LG veio explicar que afinal, o que vai ser apresentado é um televisor com um ecrã curvo].

Mas talvez a maior novidade nem seja o ecrã.

Já o disse: a rival Samsung já mostrou algo do género.

O que é inédito é a tecnologia que a LG conseguiu aplicar na parte de trás do equipamento. Um material que se auto-regenera e que, em segundos diz a empresa, é capaz de eliminar riscos da grossura de cabelos.

O Flex pesa 177 gramas, inclui um ecrã OLED de 6 polegadas que não é HD e que apesar do nome também não é flexível. O sistema operativo é o Android 4.2 mas é de admitir que venha a receber actualizações para o que aí vem.

Sobre preços, a LG ainda nada disse.

Comentar

Partilhar

MD - Golden Joysticks 2013

Publicado por ruitukayana em 28 de Out de 2013

Os Golden Joysticks já vêm desde 1983 e desde então já distribuiram prémios por centenas de jogos que ano após ano vão fazendo as delícias de quem se senta em frente ao ecrã de um PC ou de uma consola.

Actualmente são distinções que são atribuidas com uma grande dose de participação do público. Os jogadores votam nos seus títulos favoritos e este ano era praticamente impossível ter havido outro grande vencedor.

O famosíssimo GTA 5 (XBOX 360 / PS3) levou o troféu que todos procuram: o Jogo do Ano.

Mas houve outros vencedores noutras categorias.

The Last of Us (PS3) um jogo de sobrevivência num cenário pós apocalípse e que também foi destacado aqui no Mundo Digital recebeu dois prémios o de Melhor Novidade e o de Melhor Enredo.

O Joystick dourado para o Melhor jogo Indie foi para o Mark of the Ninja (Windows / Mac / Linux), disponível apenas nos computadores.

Nos smartphone e tablets a distinção foi para XCOM: Enemy Unknown (XBOX 360 / PS3). Já online o jogo de guerra World of Tanks (Windows) foi o distinguido.

Prémios ainda para BioShock Infinite (XBOX 360 / PS3), pelo desenho gráfico; para Payday 2 (XBOX 360 / PS3) pelo multijogador e ainda pelo melhor momento de um jogo para FarCry 3 (XBOX 360 / PS3).

Comentar

Partilhar

MD - iPhone 5s e 5c já se vendem em Portugal

Publicado por ruitukayana em 25 de Out de 2013

Já estão à venda em Portugal os novos iPhones que apple desvendou no mês passado.

Foi à meia noite que as lojas abriram as virtuais e as físicas as primeiras unidades voaram minutos depois de terem sido postas nas estantes.

Por aqui no Mundo Digital e graças à Vodafone já testamos os novos equipamentos e não há surpresas o iPhone 5s é mesmo o melhor de sempre. Como principais novidades apresenta um leitor de impressões digitais que funciona sem falhas, um modo de gravação de filmes em super-câmara-lenta que é engraçado melhorias nas duas câmaras e processadores mais rápidos e dedicados a coisas como acompanhar os movimentos do utilizador. Isto é positivo para as aplicações ligadas ao desporto ou à saúde.

No iPhone 5c só o aspecto é que é novo. Tirando as novas cores pouco há a reportar. Destaque no entanto para o 4G que agora é mais compatível com as redes de quarta geração na europa.

Entre as operadoras móveis os preços não variam muito se é que variam por exemplo, na Vodafone o iPhone 5c 16GB pode ser comprado a partir de 100 euros, com um contrato de 2 anos de fidelização. Já o topo de gama iPhone 5S pode ficar por 200 euros no modelo de 16GB tanto na Vodafone, como na Optimus ou na TMN.

Preços que aumentam consoante a memória disponível 16, 32 ou 64GB.

As operadoras vendem também iPhones sem vínculo a qualquer rede. Aí os preços disparam para os 580 euros no caso do iPhone 5c e dos 680 aos 880 no caso do iPhone 5s.

 

Como amor com amor se paga, em jeito de agradecimento à Vodafone por ter emprestado o iPhones para a review... aqui fica um link para o site onde a operadora vende estes bichinhos.

Comentar

Partilhar

Teste aos novos iPhone 5s e iPhone 5c

Publicado por ruitukayana em 25 de Out de 2013

Já chegaram ao mercado português os dois novos iPhones, mas entre eles, há um que brilha mais do que o outro.


iPhone 5s (à esquerda na foto) e iPhone 5c (à direita)

O iPhone 5s é a evolução natural do iPhone 5 e como principal novidade apresenta um leitor de impressões digitais.

Esta é uma função que à qual nos habituamos muito rapidamente. A configuração é feita ao ligar pela primeira vez o telefone.

O iPhone pede para poisarmos levemente o polegar uma série de vezes sobre o sensor. A partir daí sempre que o utilizador liga o telemóvel para o desbloquear basta fazer esse mesmo gesto. Poisar o dedo sobre o botão home. Para já é para isso que serve. A outra aplicação desta tecnologia é nas compras na appstore. Em vez da password, pode usar-se o dedo.

Infelizmente o iPhone 5c não tem nada disso. Mas também não era suposto ter.


o iPhone 5c é vendido em cinco cores diferentes. 

Já houve um tempo em que este telemóvel ficou conhecido como o iPhone lowcost. Olhando para os preços, já se percebeu que não é nada disso. É, no entanto, menos caro que o modelo topo de gama. E para o vender uns euros mais barato o que fez a Apple? Praticamente nada se olharmos para as especificações do iPhone 5 e as compararmos com o novo. Sublinho, apesar disso, uma diferença que também chegou ao iPhone 5s: desta vez sim, o 4G/LTE está mais de acordo com as decisões que os responsáveis políticos tomaram na Europa e os iPhones já navegam nas redes de quarta geração. Os equipamentos que testamos foram-nos emprestados pela Vodafone, mas nas outras operadoras os resultados não devem ser diferentes.


=> iPhone 5s (esquerda na foto) ao lado do antecessor iPhone 5

No que diz respeito ao aspecto no iPhone 5s pouco há de novo a apontar. Parece um clone do antecessor. Continua a ter um corpo em alumínio, agora um pouco mais claro e continua a pesar 112g. Apareceu no entanto uma nova cor. Aos tradicionais preto (ou cinza) e branco, junta-se o dourado. Até o ecrã, de 4 polegadas, é o mesmo que equipa os iPhones desde que o 5 nasceu. Muitos queriam que o ecrã do iPhone crescesse. Isso não aconteceu.

Na parte de trás, aí sim, há novidades.

A câmara mantém os oito mega-píxeis que já vinham do 5 e mesmo do 4S, mas ganha um sensor maior e um flash DualLed que em teoria produz melhores fotos. Vê-se bem na foto em baixo.

Outra novidade neste campo é que o iPhone 5s consegue fazer filmes em super câmara lenta. Confesso que achei muita graça a estes filmes. Gostei tanto que criei uma nova categoria de curtas metragens: o iPhones a caírem ao chão em câmara lenta. Fica aqui um exemplo.


Uma conclusão importante que se pode tirar destes testes, e garanto-vos que fiz mais testes deste tipo, é que o iPhone 5s mantém as qualidades do modelo anterior em termos de robustez. O equipamento já conta com algumas quedas em cima, e, francamente, ainda não lhe detectei um único risquinho.

Já sobre a qualidade das fotografias, fico com a impressão que não haver grande diferença face aquelas que o meu iPhone 4S é capaz de tirar. Isto nas fotografias ao ar livre e durante o dia. Já quando a luz é pouca, aí a câmara do iPhone 5S fica a ganhar.


iPhone 5s

iPhone 5s
iPhone 5s

Novidades que não chegaram ao iPhone 5c. De facto, o outro equipamento lançado pela Apple praticamente não passa de uma versão mais colorida, e com menos alumínio, do que o iPhone 5.


iPhone 5c

Não existem mudanças ao nível da fotografia, mas existem uma série de cores por onde escolher. O iPhone 5c pode ser adquirido numa versão cujo plástico traseiro (poli-carbonato) é amarelo, ou rosa, ou verde, ou azul ou branco. Ganha em cores e em peso face ao antecessor. A mudança de alumínio para poli-carbonato fez com que o iPhone 5c seja mais pesado do que o 5s.

Ainda voltando ao tema das fotografias, pela primeira vez na vida dediquei-me às “selfies”, os auto-retratos de braço esticado e, em 95% dos casos, com os lábios a imitar patinhos. É um sinal dos tempos que para testarmos um telemóvel tenhamos que experimentar a câmara frontal e tirar auto-retratos. É sabido que a câmara da frente do iPhone 5s é superior à do 5c. Apesar disso, no resultado final, e apesar de ter mais detalhe, as diferenças não são assim tão grandes. Deixo exemplos disso mesmo.


selfie com iPhone 5s


selfie com iPhone 5c


mais uma selfie, com o iPhone 5s


e outra com o iPhone 5c

Voltando a olhar para o iPhone 5s, percebemos que é a nível interno que há mais novidades novidades. Por exemplo, tem 1GB de RAM e recebeu um processador novo que funciona a 64bits. Nos circuitos integrados deste iPhone há ainda um outro chip. Esse está mais ligado aos movimentos e à localização. Com ele a Apple pretende, mais uma vez, poupar bateria e proporcionar mais funcionalidades para as apps que conseguem acompanhar o movimento dos utilizadores (quantos passos? quantas calorias? quantos quilómetros?) mais vocacionadas para o desporto e para a saúde. No iPhone 5c não existe nada disto. Ambos têm um processador mais rápido do que o do meu 4S e por isso, com o sistema operativo iOS7, mais exigente em termos de processador, nota-se que tudo acontece ligeiramente mais depressa do que nos iPhones mais antigos.


depois de me ver nestas fotos, o meu iPhone 4S pediu-me para aparecer

Quem poderia ficar a perder com o CPU mais rápido era a autonomia, dos telemóveis mas pelo que me tem sido dado a ver, os novos iPhones são mesmo mais poupados que os antecessores.

Avanço para a conclusão pois não quero escrever um texto longuíssimo.

Avaliando estes dois equipamentos percebe-se que foram feitos para públicos diferentes. Ambos são caros, mas se o iPhone 5S é para aqueles que, para além do estilo, procuram ter um telemóvel que tem tudo o que há de mais recente (ou quase) no mundo das tecnologias. Já o iPhone 5c é para os jovens ou para um público que pensa que é jovem e que apesar de tudo não está muito preocupado com coisas como o Touch ID, das impressões digitais, ou os MEMS que compõem o chip M7 e que alimenta tudo aquilo que tem a ver com o acompanhamento de todos os movimentos do utilizador ao longo do dia.

Feitas as contas o iPhone 5s é mais um passo em frente nos smartphones da Apple. De todos os modelos que já existiram até hoje este pode até não ser aquele que mais se destaca, mas os “s” nunca descolaram muito em relação aos antecessores. É uma versão de avanços mas não de novidades radicais. É também um equipamento onde continuam a faltar coisas que básicas como a tecnologia NFC. Perguntam-me se valerá a pena comprá-lo? Depende de várias coisas. Uma delas é a quantidade de euros que há na carteira. Os mais endinheirados podem avançar que não se vão arrepender. A verdade é que este é o melhor iPhone de sempre. Dificilmente a Apple iria andar para trás. Outro peso na balança tem a ver com o gostar-se ou não do sistema operativo dos iPhones. Quem não gostar, nem precisa de pensar mais nisso. Não vão ser o iPhone 5s ou o 5c aliados ao iOS 7 que vão fazer com que as pessoas mudem de opinião.


menage à trois de iPhones. iPhone 4S / iPhone 5s / iPhone 5c.

Mas se esses devem estar quietos, já quem tem iPhone mais antigo fica a ganhar com a actualização. Menos certezas para os casos das pessoas que têm um 5 ou mesmo 4S. Esses deverão pensar muito a sério se as novidades trazidas pelo 5s são suficientes para se perder a cabeça e comprar o iPhone mais recente. Talvez seja a altura certa para conservar os euros na carteira. Talvez o melhor seja esperar pelo iPhone seguinte. Pensando bem, só dentro de uns seis meses é que vão começar a aparecer apps boas e capazes de tirar partido dos 64bits do iPhone 5s. Quem aguentar até lá, depois só tem de esperar mais meio ano, pelo iPhone 6. E aí voltamos a falar.

Os equipamentos que testei foram cedidos pela Vodafone para esse efeito. Fica o link e o meu obrigado pela disponibilidade. Os preços vão desde os 99 euros até aos trezentos e qualquer coisa mediante contratos de fidelização de dois anos. Depois disso há muitos tarifários e outras operadoras por onde escolher.

Há também versões para todos os gostos: 16GB, 32GB e 64GB. Quanto maior for o número, mais caro é o iPhone.

Etiquetas: , , ,

1 comentário(s)

Partilhar

MD - Nike Fuelband & Fitbit Force

Publicado por ruitukayana em 24 de Out de 2013

É certo como a chuva. Aproxima-se o Natal e começam a aparecer uma série de equipamentos totalmente novos ou reformulados.

Hoje o destaque vai para dois produtos pensados para os desportistas.

A Nike acaba de anunciar a versão refrescada da Fuelband o seu sensor controlador de fitness. O equipamento renovado chama-se Nike+ Fuelband SE e visualmente pouco mudou face à versão anterior. Continua a ser uma espécie de pulseira cheia de tecnologia. Há apenas três combinações de cor, por onde escolher coisa que não acontecia antes. Mais importante é a inclusão do Bluetooth 4.0 mais poupado do que a geração anterior. Os sensores incluidos também foram melhorados de forma a que o acompanhamento do dia-a-dia seja mais fiável. Tanto que agora a Fuelband égora é mesmo capaz de acompanhar a actividade durante o sono.

Na América vai estar à venda a 6 de Novembro p'lo equivalente a 110 euros.



O que também foi renovado recentemente foi a proposta da Fitbit. Estas pulseiras barra relógio barra sensor super-avançado são tidas como as melhores das que existem no mercado. E alguns dos sites especializados em tecnologia já fizeram análises onde garantem que a nova FitBit Force é um grande passo em frente com uma excelente autonomia, maior fiabilidade e com novas funções bastante interessantes.

Na América já se vendem. Na loja da Amazon estão esgotadíssimas, mas enviadas para cá ficam por cerca de 130 euros.

Comentar

Partilhar

MD - iPad 5 mais iPad Mini 2 mais qualquer coisa - Prognósticos

Publicado por ruitukayana em 22 de Out de 2013

Este 22 de Outubro tem tudo para ser um dia importante para o Mundo das Tecnologias. A Microsoft vai por hoje à venda a nova geração de tablets Surface a Google deve anunciar um novo super-smartphone com o selo da gigante das buscas o Nexus 5 a juntar a isso também deve aparecer uma nova versão do sistema operativo Android. Coisas de que falaremos amanhã se se confirmarem e hoje ainda a Apple desvenda mais qualquer coisa.

Toda a gente está a apostar em novos tablets.
Nomeadamente no iPad 5.


Pela net circulam fotos, que se admite que sejam verdadeiras, que mostram que o aspecto do novo iPad é muito inspirado no iPad mini. Só não lhe copia o tamanho, claro. Vai continuar com o um ecrã Retina de 9,7 polegas. Aqui o que mais interessa saber é se para além de um processador mais avançado a Apple vai pôr-lhe um leitor de impressões digitais a resposta é quase de certeza que sim.


Mas este não deve ser o único tablet anunciado. Há quem garanta que vem aí o iPad Mini 2. É bem provável que sim. Está na altura da Apple actualizar este iPad mais pequeno. Aqui o leitor de impressões digitais pode não ser incluído. O que todos esperam é que o ecrã dê um salto em frente em termos de definição e passe a incluir a tecnologia Retina.

No campo do software é muito provável que logo após a apresentação ter terminado a Apple lance o OSX Mavericks a próxima versão do sistema operativo para os computadores Mac.


De acordo com os rumores vai ser um evento em cheio.

Vai haver ainda tempo para a apresentação da quarta geração da AppleTV. Um equipamento que não é um televisor. Também para mais dados acerca do super-computador Mac Pro e ainda deve ser revelada qualquer coisa acerca dos portáteis da empresa.


Tudo isto às 5 da tarde, hora portuguesa.

Comentar

Partilhar

Nintendo Wii 5 anos



PUB

O Mundo Digital: Tecnologia fresquinha, todos os dias passa na TSF por volta das 14:18.

Este blogue, escrito por Rui Tukayana, acompanha e complementa o programa. Sugestões, críticas e spam: mundodigital@tsf.pt.

No Mundo Digital usamos os tags/etiquetas para melhor catalogar as notícias. Ficam aqui algumas sugestões para as mais interessantes.

Subscrever Podcast Subscrever Podcast via iTunes

PATROCÍNIO