Cultura

Há cada vez mais leitores na biblioteca da Nazaré

Uma doação de livros dos EUA aumentou o espólio de livros em língua inglesa na Biblioteca Municipal da Nazaré, onde a procura por parte de leitores nacionais e estrangeiros está a atingir recordes.

A biblioteca, que detinha 900 títulos em língua inglesa, recebeu mais "1400 títulos", resultantes de uma campanha de recolha feita por Raquel Martins Rosa, docente na Escola Lusitânia de Long Branch, em Nova Jérsia, nos Estados Unidos da América.

Frequentadora regular da biblioteca, a docente "apercebeu-se da escassez de livros em inglês", revelou a autarquia numa nota em que divulga a campanha realizada "junto dos alunos e comunidade portuguesa do Long Branch Portuguese Club".

Numa nota à imprensa, o presidente da Câmara, Walter Chicharro, sublinhou a importância da doação que quase permitiu triplicar o espólio em língua inglesa, aludindo ao crescimento do equipamento que "está a atingir recordes na procura, por nacionais e estrangeiros".

Só no mês de julho, a biblioteca registou, segundo a Câmara, "quase seis mil entradas, 15% das quais de cidadãos estrangeiros".

Na biblioteca, com 4.034 leitores inscritos, a sala de adultos foi a que registou a maior frequência de leitores, com 1985 pessoas a utilizarem os recursos disponíveis, enquanto o espaço infantil registou 1260 entradas.

A campanha que permitiu aumentar os recursos em língua inglesa contou com a colaboração do coordenador da biblioteca, António Balau, e o apoio da Coordenação de Ensino de Português nos Estados Unidos -- Newark (CEPE-EUA) e do Instituto Camões, que suportou o transporte dos livros.

  COMENTÁRIOS