Cultura

Inaugurada sala com a melhor acústica do mundo

A Filarmónica do Elba (Elbphilharmonie), em Hamburgo, foi hoje inaugurada depois de quase um década em construção e de um custo final de 866 milhões de euros.

É o novo símbolo de Hamburgo. Um edifício marcante na cidade que combina um armazém histórico com uma arrojada estrutura de vidro que parece flutuar no ar. Os dois elementos são ligados por 362 conjuntos de molas de aço.

A sala de concertos está desligada do resto da construção, de modo a que não se ouçam ruídos da zona portuária. Assim, a entrada na sala de concertos fica a 37 metros de altura da rua.

O som que chega ao público, nos 2.150 lugares agrupados em forma de terraços, é o mesmo em todos os lugares. O responsável pela acústica é o japonês Yasuhisa Toyota, considerado um dos melhores especialistas nesta área no mundo.

Entre a parte antiga e a nova, fica a Plaza da Elbphilharmonie, um terraço aberto em toda a volta, de onde se tem uma vista da cidade e da área portuária. Deste terraço, tem-se acesso às duas salas de concertos, a um restaurante, a um hotel com 250 quartos e a 45 apartamentos de luxo.

Outro destaque arquitetónico do prédio é o telhado em forma de ondas, em alusão à água e ao som.

Hamburgo orgulha-se muito da sua história musical: George Friederich Händel, ainda jovem, apresentou algumas obras na ópera da cidade, e Johannes Brahms nasceu em Hamburgo. É por isso que o concerto inaugural foi transmitido em direto no YouTube.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS