Cinema

Já chegámos... ao futuro!

O futuro do "Regresso ao Futuro II" é esta quarta-feira, 21 de outubro de 2015. Afinal, o futuro do filme de passado em 1985 é um bocadinho diferente do nosso presente. E como será daqui a 30 anos? Ouvimos três especialistas.

DR

Gostamos de pensar que sim, mas quem domina a Física diz-nos que viajar no tempo vai ser sempre (e só) um sonho. No entanto, há três décadas foi mais do que isso. Pelo menos quando "Regresso ao Futuro II" chegou às salas de cinema.

O filme conta as aventuras do jovem Marty McFly e do seu amigo, o cientista DocEmmett Brown. Juntos usaram um Delorean modificado para se tornar uma máquina do tempo, alimentada a energia conseguida por fissão nuclear. O futuro, que é o nosso presente, mostrava uma cidade norte-americana, Hill Valley (que nem existe), com moradores com roupas estranhas, hologramas gigantes (com a estreia do "Tubarão 19"), skates voadores e até atacadores que apertam sozinhos ou matrículas em códigos de barras.

Qualquer semelhança com a realidade não é pura coincidência. Mas na verdade, e diz quem sabe, faltou o essencial: a internet (que no filme nem aparecia).

O futuro do filme passado em 1985 é um bocadinho diferente do nosso presente. E como será daqui a 30 anos? A TSF falou com três especialistas nas áreas da Robótica, Física e Ambiente para perceber o que podemos esperar.

Para José Santos Vítor, presidente do Instituto de Sistemas e Robótica do Técnico, a distância entre humanos e robôs vai ser mais curta.

Já na área do Ambiente e Energia, o professor Tiago Domingos considera que a evolução dos carros pode passar pela eletricidade obtida através de recursos naturais, e recorda o famoso automóvel usado no filme - o Delorean.

Para Vítor Cardoso, as viagens no tempo nunca vão acontencer. Mas este professor de Física do Instituto Superior Técnico admite que o teletransporte pode ser possível.

O dia vai ser assinalado um pouco por todo o mundo. Em Portugal, a Universidade de Lisboa, por exemplo, vai mostrar o documentário "Back In Time", uma investigação sobre o impacto do filme na cultura popular (a entrada é livre). Os três filmes vão ter uma nova edição em blu-ray e DVD. Vai ser publicado "The Ultimate Visual History", um álbum de luxo sobre a rodagem da triologia.

Os estúdios da Universal, em Los Angeles, vão receber ainda quatro dias de visitas guiadas e acontecimentos especiais que incluem a recriação de Hill Valley e debates com elementos da equipa e do elenco dos três filmes.

  COMENTÁRIOS