Cinema

Leão de Ouro de Veneza para "The Shape of Water" de Guillermo del Toro

Grande Prémio do Júri foi para a tragédia familiar "Foxtrot", do realizador israelita Samuel Maoz.

O Leão de Ouro, prémio máximo do Festival Internacional de Cinema de Veneza, foi atribuído este sábado ao filme "The Shape of Water", do realizador mexicano Guillermo del Toro.

Visivelmente emocionado ao receber o prémio, Guillermo del Toro, de 52 anos, destacou que este é o primeiro Leão de Ouro para um mexicano e que, por isso, o dedica "a cada jovem realizador latino-americano que sonha fazer algo no género fantástico, como um conto de fadas".

O Grande Prémio do Júri foi para a tragédia familiar "Foxtrot", do realizador israelita Samuel Maoz, enquanto o francês Xavier Legrand foi escolhido como melhor realizador pelo drama "Jusqu'a la Garde".

O Prémio Especial do Júri distinguiu "Sweet Country", de Warwick Thornton.

A britânica Charlotte Rampling ganhou o prémio de melhor atriz pela sua interpretação no filme "Hannah", de Andrea Pallaoro, e Kamel El Basha foi distinguido na interpretação masculina no filme libanês "The Insult", de Ziad Doueiri.

O britânico Martin McDonagh foi premiado na categoria de melhor argumento por "Three Billboards outside Ebbing, Missouri".

O Prémio Marcello Mastroianni, para melhor jovem ator ou atriz, distinguiu o norte-americano Charlie Plummer, por "Lean on Pete", do britânico Andrew Haigh.

Na seção Horizonte, o prémio de melhor filme foi para "Nicco, 1988", uma obra da italiana Susanna Nicchiarelli.

Na mesma secção foi distinguido como realizador o iraniano Vahid Jalilvand por "Bedoune Tarikh, Bedoune Emza".

  COMENTÁRIOS