Cultura

Space Oddity é a cara de Camané em "Bowie 70"

O fadista é um dos 12 convidados de David Fonseca, que criou um projeto de homenagem a David Bowie, numa viagem por alguns dos temas icónicos do músico britânico.

Longe do seu registo, Camané aceitou de imediato o convite de David Fonseca. O músico português idealizou um álbum com versões de 13 músicas de David Bowie, prestando assim um tributo ao músico britânico, falecido no início do ano passado.

Para isso, David Fonseca selecionou 12 intérpretes aos quais juntou também a sua voz e assim nasceu o disco "Bowie 70", onde se podem ouvir versões de algumas das músicas mais marcantes da carreira de David Bowie.

David Fonseca pediu a Camané que cantasse "Space Oddity". O fadista admite que, a par de "Absolute Beginners", é uma das suas canções preferidas na obra de Bowie.

Do fado para a pop, Camané diz que a mudança de registo não criou qualquer obstáculo, limitou-se, diz, a "cantar como sentia".

Fã de David Bowie, Camané diz que ouviu o músico britânico pela primeira vez no final dos anos 70 e a partir daí, durante a sua juventude, ouviu tudo que havia para ouvir e continuou, desde então, a seguir a carreira do cantor.

  COMENTÁRIOS