Desporto

Benfica-Sporting: Jogo realiza-se terça-feira (video)

A realização do jogo está condicionada à avaliação que a empresa Martifer, construtora da cobertura, fizer dos danos causados pelo vento. Ricardo Lemos, assessor de imprensa do Benfica, informou que para terça-feira se mantém toda a bilhética para o jogo.

O dérbi entre Benfica e Sporting da 18.ª jornada da I Liga de futebol, adiado este domingo por razões de segurança, vai disputar-se na terça-feira, às 20:15, se o Estádio da Luz, em Lisboa, tiver condições.

O assessor de imprensa do Benfica, Ricardo Lemos, fez o anúncio da nova data, mas disse que a realização do encontro na terça-feira está ainda condicionada à avaliação que a empresa Martifer, construtora da cobertura, vai fazer dos danos causados pelo vento.

O encontro entre o Benfica, líder da Liga, e Sporting, segundo classificado, marcado para as 18:00, foi adiado devido aos danos na cobertura do estádio da Luz, palco da final da Liga dos Campeões de 2014, da qual caíram detritos sobre o relvado e sobre as bancadas, incluindo chapas de grandes dimensões quando o recinto já tinha sido evacuado.

Em declarações aos jornalistas, Mário Figueiredo, presidente da Liga de clubes, não quis entrar em especulações e deixou a decisão final para depois da vistoria da Martinfer para ter uma ideia da dimensão dos danos, esperando que o encontro se realize mesmo na terça-feira.

«O jogo está remarcado para a próxima terça-feira, às 20h15. Vai realizar-se amanhã (segunda-feira) uma vistoria no estádio. A remarcação está condicionada às condições de segurança. Só com as indicações da empresa construtora do Estádio é que se saberá mais detalhes. Para já não se coloca a questão de o jogo ser noutro recinto», disse o dirigente.

As equipas ainda subiram ao relvado para o aquecimento, mas depois de recolherem aos balneários já não regressaram. Cerca de 40 minutos depois da hora marcada para o início do encontro, com 50.000 pessoas nas tribunas, foi anunciado o seu adiamento, quando muitos detritos, incluindo lã de vidro, continuavam a cair sobre o campo e sobre as bancadas.

Segundo Mário Figueiredo, assim que se verificaram os problemas, foi feita uma reunião de emergência com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e concluiu-se que o encontro não só não se podia realizar como o estádio tinha de ser evacuado o mais rapidamente possível, num dia em que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou 10 distritos em aviso vermelho, incluindo Lisboa, devido à intensidade do vento.

«Em sete minutos, ficou o estádio vazio. Pouco depois caíram mais três placas, uma delas com mais de 40 metros quadrados de superfície. A segurança dos espetadores não pode ser colocada em causa. Se hoje não a tivéssemos respeitado, teria havido uma tragédia. Houve unanimidade de todos os presentes no sentido de evacuar o estádio. Deixo um elogio às forças de segurança, que o fizeram em condições», rematou Mário Figueiredo.

Ricardo Lemos, assessor de imprensa do Benfica, informou que para terça-feira se mantém toda a bilhética para o jogo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS