Desporto

Fafe é palco do arranque da época de ralis

É um arranque, de novo, em grande, do Campeonato Nacional de Ralis.

As classificativas de Fafe, em piso de terra batida, palco emblemático, que na reta final do próximo mês de maio haverá de receber a edição 50 do mundialista Rali de Portugal, ganham animação muito própria, este sábado à tarde, e na manhã de domingo, com a 1.ª prova doméstica do campeonato doméstico.

A lista de 66 inscritos, incluindo 30 na Taça FPAK e na prova-extra, é de qualidade: 15 R5 - 7 Ford Fiesta; 3 Citroen DS3; 3 Skoda Fabia, 1 Peugeot 208 T16 e, novidade em Portugal, 1 Hyundai i20; 1 S2000, várias estreias nacionais nas 2 Rodas Motrizes e nomes sonantes, entre eles quatro campeões nacionais - Fernando Peres, Ricardo Moura, Pedro Meireles e José Pedro Fontes, que conquistaram 9 títulos.

José Pedro Fontes inicia a nova época com o pensamento no tri, o grande objetivo do piloto do Citroen DS3 R5. A tarefa do bicampeão nacional, que faz, de novo, dupla com Inês Ponte, não se afigura fácil. Pelo menos, no Rali Serras de Fafe.

O açoriano Ricardo Moura, de novo sem programa completo para esta temporada, João Barros e os espanhóis Alex Villanueva, bicampeão de ralis de terra do país vizinho e o madrileno Pepe Lopez, protegido de Carlos Sainz, o mais jovem vencedor do troféu francês Peugeot 208, que regressa a Fafe para a estreia ao volante de um R5, são candidatos aos lugares cimeiros.

Na categoria RC2N, vulgo Produção, o algarvio Ricardo Teodósio e o alentejano Carlos Martins, ambos em Mitsubishi Lancer Evo X, prometem duelo sulista pela vitória;

Nas 2 Rodas Motrizes, carros de sete marcas diferentes, entre elas a Fiat com o Punto R3, e a ausência do campeão Diogo Gago são as notas salientes deste início de um campeonato com nove provas, incluindo, de novo, o Rali de Portugal, a maior novidade do calendário. Para apuramento do campeão, contam os sete melhores resultados das oito provas escolhidas por cada piloto.

Para já, todas as atenções viradas para o Serras de Fafe : 12 classificativas, incluindo uma superespecial noturna na cidade minhota, num total de 128 km ao cronómetro, prometem espetáculo à altura da tradição. É assim, há 30 anos neste rali.

Calendário
18/19 fevereiro - Serras de Fafe
11/12 março - Castelo Branco
30 março/1 abril - Azores Airlines Rallye/S. Miguel
21/22 abril - Casino de Espinho
18/21 maio - Vodafone Rali de Portugal
9/10 junho - Vidreiro/Centro de Portugal - Marinha Grande
3/5 agosto - Vinho da Madeira
22/23 setembro - Mortágua
4/5 novembro - Casinos do Algarve

  COMENTÁRIOS