TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
futebol

Marítimo: UEFA faz novas exigências nos Barreiros

A UEFA fez novas exigências ao Marítimo, obrigando os insulares a realizar mais obras no Estádio dos Barreiros, a fim de homologar o recinto para os jogos relativos à fase de grupos da Liga Europa de futebol.

PUB

O delegado da UEFA, Fernand Meese, visitou o Estádio dos Barreiros com o intuito de verificar os melhoramentos já realizados, mas, segundo o presidente do clube afirmou à Antena 1 - Madeira, houve novas exigências.

«O delegado fez uma verificação a tudo o que está a ser feito, mas, de repente, lembrou-se de outras coisas», afirmou o presidente do clube madeirense.

Apesar das novas exigências, o dirigente do clube madeirense mantém-se confinate de que os jogos serão realizados nos Barreiros.

«Mantenho-me otimista e confiante de que vamos conseguir a homologação. Soou o alarme, mas vamos arregaçar as mangas e concluir as obras», disse Carlos Pereira.

Inicialmente, o organismo europeu exigiu o melhoramento da iluminação e da bancada de imprensa, assim como a colocação de torniquetes nas entradas e a numeração das cadeiras.

Até sexta-feira, o recinto volta a ser visitado por elementos da Comissão de Estádios da UEFA e aí haverá uma decisão, uma vez que o primeiro jogo da fase de grupos é já no dia 20 de setembro, frente aos ingleses do Newcastle.

A alternativa que o Marítimo dispõe é o Estádio da Madeira, propriedade do rival Nacional, mas a direção do Marítimo já adiantou que o recinto dos «alvinegros» também necessita ser vistoriado e de que lhe seja concedida «uma medida de exceção», visto que não dispõe do número mínimo (oito mil) de lugares exigido pela UEFA.

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão