Ciclismo

Nem 14 pontos nas costas travam Rafael Silva

Uma queda em Castelo Branco, no final da 2ª etapa, quase derrubou Rafael Silva da competição mas o ciclista tem uma ideia fixa: acabar a Volta a Portugal. Custe o que custar.

Uma corrida de ciclismo é muitas vezes uma prova de superação para os atletas.

Rafael Silva da Efapel foi suturado com 14 pontos nas costas, após uma queda no início da Volta a Portugal. Apesar das dores, a vontade de terminar a prova leva-o a subir todos os dias para cima da bicicleta.

Para acalmar os fãs do ciclismo, Rafael Silva partilhou na sua página do Facebook uma fotografia que mostra as marcas da queda.

Apesar de a foto poder impressionar os mais sensíveis, como diz o ciclista, ele garante que teve "uns bons costureiros como é lógico, e só tenho a agradecer por isso". Rafael Silva agradece ainda as mensagens de incentivo que tem recebido.

  COMENTÁRIOS