Desporto

Real Madrid dá a volta e vence Sporting por 2-1

"Triste" com a derrota da "equipa do coração", Ronaldo explicou que teve que defender o clube em que joga. Já Jesus considerou que a sua expulsão facilitou a vida ao Real Madrid.

"Teria sido mais difícil para o Real Madrid se eu tivesse ficado no banco e não tivesse sido expulso", garante Jesus. Um golo de Morata, no último minuto dos descontos, deu ao Real Madrid um triunfo em casa sobre o Sporting, por 2-1.

Jorge Jesus disse no final da partida que tudo "teria sido mais difícil para o Real Madrid" se ele tivesse continuado no banco. "Fizemos uma grande partida contra o campeão europeu em Madrid. Só nos últimos 10 minutos é que houve algum desequilíbrio. Faltou-nos falta de experiência. O Real não teve uma oportunidade de golo até aos 80 minutos, o que não é habitual. Mesmo assim, temos que estar felizes com a qualidade que demonstrámos", rematou durante a entrevista rápida à Sport TV.

Depois, respondendo em espanhol, Jesus admitiu que perder assim é "muito mau" e que "o Sporting não merecia perder".

Bruno César, aos 48 minutos, inaugurou o marcador a favor dos 'leões' e o Sporting esteve muito perto de ser a primeira equipa portuguesa a vencer no Estádio Santiago Bernabéu, mas o português Cristiano Ronaldo conseguiu o empate na marcação de um livre direto, aos 89, e Morata consumou a reviravolta, aos 90+4.

O presidente do Sporting criticou entretanto o árbitro da partida. "No final do jogo perguntei a um jornalista de uma rádio espanhola que me entrevistou se achava que era falta e ele disse-me que não. Está tudo dito", disse Bruno de Carvalho, em declarações ma zona mista do estádio Santiago Bernabéu, em Madrid.

  COMENTÁRIOS