Atletismo

Susana Feitor: "A Inês mostrou que é possível"

A primeira marchadora portuguesa medalhada diz que o tempo da atleta de Rio Maior além de ser "uma marca extraordinária" mostrou que as mulheres também são capazes de estar nos 50 km marcha.

Susana Feitor, ouvida pela TSF instantes após a vitória de Inês Henriques, defendeu esta tarde que o facto de a atleta de Rio Maior ter chegado à meta em quatro horas e cinco segundos é "qualquer coisa de extraordinário".

"Diriam os especialistas em marcha que, quando se começou a pensar nos 50 kms para mulheres em marcha, que seria difícil as mulheres chegarem às quatro horas... Mas aí está! A Inês a mostrar que é possível. Eu também penso que é possível", afirmou Susana Feitor.

Inês Henriques cortou a meta às 04h05, depois de já ter chegado à marca de 4h08. Para Feitor, que conquistou nos 20 kms marcha a medalha de bronze em Helsínquia 2005, depois de já ter tido também o terceiro lugar nos 10 kms marcha nos Europeus de Budapeste em 98, o feito da atleta de Rio Maior é fantástico: "num ano, duas vezes 50 kms abaixo de 4h10, que é a referência mundial para as mulheres, é qualquer coisa de extraordinário".

Susana Feitor considerou que Inês Henriques é uma atleta psicologicamente muito forte. Quanto ao facto de a atleta portuguesa atravessar a meta com um ar mais feliz que cansado, a antecessora explicou que é normal. "A emoção consegue esconder tudo o que está por trás. Mais logo ela vai sentir, sem dúvida, no corpo (o cansaço)", disse.

  COMENTÁRIOS