TSF

  • Menu
  • Em Directo
jogos olímpicos 2012

Portugal na Aldeia Olímpica, entre Albânia, Guiné-Bissau e Ruanda

A «simplicidade e conforto» marcam os alojamentos da Aldeia Olímpica de Londres2012, onde a comitiva de Portugal ocupa três andares da Cavesson House, juntamente com as delegações da Albânia, Guiné-Bissau e Ruanda.

PUB

O edifício fica estrategicamente colocado na entrada do complexo de 16.000 camas que acolhe as grandes "estrelas" da principal competição desportiva mundial e que depois dos Jogos dará lugar a uma das mais modernas zonas residenciais da capital inglesa, com 2.400 fogos.

Os portugueses reservaram 100 camas de 20 apartamentos, dois dos quais "triplex", e têm ainda a companhia de brasileiros, ao lado, austríacos, nas traseiras do edifício, e holandeses, ao virar da esquina.

Os quartos de 15 metros quadrados são simples e confortáveis, servidos por zonas comuns de lazer, onde os atletas e elementos das comitivas podem ver televisão ou navegar pela Internet (com wi-fi) ou jogar "playstation", enquanto aguardam pela competição em condições de segurança e privacidade.

Se a comodidade é a palavra de ordem, os detalhes demonstram que muito pouco, ou mesmo nada, foi deixado ao acaso.

As camas, por exemplo, não servem de igual forma a todos e por isso foi necessário pensar que alguns precisam de um espaço extra. A cama típica tem 1,80 metros, mas, em caso de necessidade, podem acrescentar-se umas "extensões" que aumentam o leito até 2,10, talvez a pensar nos basquetebolistas.

Os famosos "edredons" olímpicos são de dupla face - para não cansarem a vista - e tal como as almofadas e lençóis não possuem materiais alérgicos (como penas), na explicação de Alex Anderson, de 40 anos, a diligente voluntária que acompanha as visitas ao "quarto modelo" na "área internacional".

«Acho que os quartos são ótimos para os atletas. Ainda não houve queixas e penso que estão bem instalados», explicou à agência Lusa a advogada de 40 anos, que nas horas vagas participa no terceiro esforço olímpico britânico.

  COMENTÁRIOS