Futebol

Árbitros: Falta de juiz para Beira-Mar-Sporting reflecte «acumular de situações»

O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) encara o facto de vários árbitros se recusarem a apitar o jogo entre o Beira-Mar e o Sporting deste domingo como o reflexo de situações negativas anteriores.

O jogo entre o Beira-Mar e o Sporting não deverá ter árbitro, depois de a Comissão de Arbitragem da Liga ter pedido à Federação Portuguesa de Futebol que disponibilize um e a FPF ter recusado.

Questionado pela TSF sobre se está em causa uma reacção cooperativa, o presidente da APAF disse que a falta de um juiz para este encontro «se calhar é uma consequência de todo o acumular de mal-estar» que se vem sentido na arbitragem portuguesa.

«Algum dia tinha que parar (...) Se calhar é o reflexo do acumular de situações», disse, lembrando, por exemplo, agressões a árbitros.

Luís Guilherme acrescentou que quer acreditar que esta situação «seja pontual» e que «as coisas se resolvam da melhor forma».

Notícias Relacionadas

  COMENTÁRIOS