Desporto

Bruno de Carvalho apresenta investidores russos para um Sporting campeão

Bruno de Carvalho, candidato a presidente do Sporting, apresentou esta segunda-feira os rostos visíveis do fundo russo que pretende investir 50 milhões de euros no clube de Alvalade.

Leonid Tiagatchov, antigo presidente do Comité Olímpico da Rússia, é a figura mais conhecida desse fundo, mas entre os seus dirigentes está também Alexandre Nazarov, antigo dirigente da república da Tchukotka, região no Extremo Oriente russo também conhecida por ter sido governada por Roman Abramovich, actual dono do Chelsea.

Os 50 milhões de euros prometidos, caso Bruno de Carvalho vença as eleições, serão investidos por um grupo de homens de negócios russos, que integra Iúri Pachechnik, dono da empresa de construção civil Stroi-Tsentr.

Este fundo de 50 milhões, cujo activo «são os jogadores do Sporting», vai servir para «reforçar a equipa para ser campeã já no próximo ano», disse Bruno de Carvalho.

Em declarações à TSF, o candidato à presidência do clube de Alvalade explicou que o lucro será dividido da seguinte forma: 60 por cento para o Sporting e 40 por cento para os investidores.

«Apresentei investidores altamente credíveis e ligados ao desporto. Não creio que pudesse ter apresentado melhor», disse, frisando que não faltou com a sua palavra.

«O que se esteve a tentar nos últimos dias foi difamar-me. Hoje foi um rude golpe para aqueles que têm andado a pôr o nome do Sporting na rua da amargura e que amanhã voltarão com mais histórias mirabolantes, fantasiosas e mentirosas», acrescentou o candidato.

Bruno de Carvalho disse esperar que «os sportinguistas não só fiquem despreocupados de uma vez por todas com a situação do fundo», como também penalizem quem andou a denegrir» o seu nome.

  COMENTÁRIOS