TSF

  • Menu
  • Em Directo
sporting

Godinho Lopes garante que não há problemas com a UEFA

O presidente do Sporting respondeu ao congelamento das receitas da Liga Europa garantindo que não deve salários e outros compromissos referidos no comunicado da UEFA.

PUB

Godinho Lopes explicou ainda que o Sporting só precisa de dar mais informações até 14 de Outubro ao contrário do que está escrito no comunicado da UEFA.

Segundo o dirigente leonino, o Sporting não tem «rigorosamente qualquer salário em atraso. Vamos ser claros. Mas não é só salários: impostos, segurança social, tem tudo em dia».

E hoje à tarde, o Sporting promete mais esclarecimentos, tudo isto numa semana que causou dores de cabeça quanto baste aos dirigentes de Alvalade, surgiu a condenação de Luís Duque, por fraude fiscal, na transferência de João Vieira Pinto. Godinho Lopes dá uma explicação semelhante aquando do processo de Paulo Pereira Cristóvão.

«O Sporting sabe que o seu dirigente atuou em perfeita consciência. Servir os interesses do Sporting e a fazer tudo o que é legal. A atitude individual é para assumir em consciência. Eu já disse em determinada altura que eu pessoalmente assumiria nestas circunstâncias. Mas este é um tema que eu já conhecida e estou completamente tranquilo em relação à sua (Luis Duque) atitude», adiantou.

Godinho Lopes esclareceu ainda que o Sporting pagou afinal apenas um milhão de euros por 25 por cento do passe pelo defesa Marcos Rojo e que continua o contencioso com o Nice, de onde afinal também não chegaram dois milhões de euros para pagar Yannick Djaló.

  COMENTÁRIOS

Em Directo

Registe-se e receba diariamente a nossa Newsletter