Liga

Wolfswinkel oferece triunfo ao Sporting na receção ao Braga

Três golos do holandês Ricky van Wolfswinkel deram hoje o triunfo ao Sporting na receção ao Sporting de Braga, por 3-2, no derradeiro jogo da 30ª e última jornada da Liga.

No Estádio de Alvalade, num jogo que foi disputado maior parte das vezes numa toada lenta e "preguiçosa", Wolfswinkel foi "matador" e acertou três vezes nas redes de Quim, aos 34, 61 e 84 minutos, elevando para 14 o número de golos no campeonato e 25 em todas as competições.

Com apenas o prestígio dos clubes em discussão, Hélder Barbosa, aos 57 minutos, e Lima, aos 88, impediram que o Sporting se despedisse de Alvalade com uma vantagem ainda maior no marcador.

O avançado brasileiro do Sporting de Braga, que marcou de grande penalidade, igualou Oscar Cardozo (Benfica) no topo da lista dos melhores marcadores da Liga, mas falha o troféu por ter mais minutos do que o paraguaio.

Este triunfo acaba também por ter algum sabor "amargo" para a equipa de Ricardo Sá Pinto, já que os "leões" terminam o campeonato a apenas três pontos (uma vitória) dos "milionários" lugares de acesso à Liga dos Campeões da próxima época.

O encontro do Estádio José Alvalade teve um início algo bizarro, com o Sporting a apresentar apenas 10 jogadores aquando do apito do árbitro, já que João Pereira teve que ir ao balneário e só reapareceu no relvado quando o relógio já levava quatro minutos.

Talvez também pelo calor que se fez sentir em Lisboa e que, mesmo com a hora adiantada, levou muitas vezes os jogadores a deslocarem-se ao banco de suplentes para beber água, o jogo acabou por ser lento, e algumas vezes até mesmo aborrecido.

Um erro infantil de Ruben Amorim, que resultou no primeiro golo de Wolfswinkel, acabou por espevitar a partida e fez "acordar" os jogadores que estavam em campo.

Já na segunda parte, Hélder Barbosa, que rendeu Imorou, praticamente no primeiro toque na bola, refez a igualdade, num lance em que a defensiva do Sporting foi apanhada em aparente "sono profundo", com Rui Patrício incluindo.

Mesmo assim, Wolfswinkel voltou a mostrar o seu instinto de goleador e colocou novamente os "leões" na frente, aproveitando uma defesa incompleta de Quim, num lance de garra de Schaars.

O médio holandês, que disputou uma agressiva batalha no meio-campo com Hugo Viana, fez uma exibição de grande nível e tem todas as condições e requisitos para ser o "patrão" dos "leões" na próxima temporada.

Com o selecionador português, Paulo Bento, na bancada, Quim ainda tentou convencer o técnico para o convocar para o Euro2012 com duas fantásticas intervenções, a remates de Wolfswinkel, mas o holandês acabaria por alcançar mesmo o "hat-trick", num remate com alguma sorte à mistura.

O Sporting de Braga ainda teve tempo para reduzir a desvantagem, numa grande penalidade de Lima, antes de o veterano Tiago regressar aos jogos do campeonato, substituindo Rui Patrício na baliza "verde e branca".

Ficha de jogo:

Marcadores:

1-0, Van Wolfswinkel, 34'

1-1, Hélder Barbosa, 57'

2-1, Van Wolfswinkel, 61'

3-1, Van Wolfswinkel, 84'

3-2, Lima, 88'

Equipas:

- Sporting: Rui Patrício (Tiago, 90+2), João Pereira, Xandão, Carriço, Insúa, Elias, Schaars, Matias Fernández, Carrillo (Evaldo, 78), Jeffrén (Diego Capel, 71) e Van Wolfswinkel

Suplentes: Tiago, Evaldo, Diego Capel, Arias, André Martins, Renato Neto e Diego Rúbio

- Sporting de Braga: Quim, Miguel Lopes, Nuno André Coelho, Ewerthon, Elderson, Custódio (Ukra, 79), Hugo Viana, Ruben Amorim (Nuno Gomes, 68), Mossoró, Imorou (Hélder Barbosa, 55) e Lima

Suplentes: Berni, Ukra, Paulo César, Hélder Barbosa, Nuno Gomes, Djamal e Luís Alberto

Árbitro: Marco Ferreira (Madeira)

Ação disciplinar: Cartão amarelo a Elderson (52), Elias (63), Mossoró (63), Evaldo (88), Carriço (89) e Rui Patrício (90+1)

  COMENTÁRIOS