TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
futebol

Manchester United quer entrar na Bolsa de Nova Iorque

O Manchester United apresentou uma proposta de adesão à Bolsa de Nova Iorque, na tentativa de encaixar, na fase inicial, 100 milhões de dólares (cerca de 80 milhões de euros).

PUB

O magnata norte-americano Malcolm Glazer, proprietário do clube inglês de futebol desde 2005, vai manter o controlo do clube através das ações de classe B, com valor de votos dez vezes superior aos títulos normais.

O Manchester United esteve cotado na Bolsa de Londres entre 1991 e junho de 2005, altura em que Glazer comprou o clube por 1.700 milhões de dólares (cerca de 1.300 milhões de euros).

Desde esta operação milionária, o Manchester United tem sentido algumas dificuldades em reduzir o passivo, estimado em 423 milhões de libras (cerca de 526 milhões de euros).

Mesmo assim, em abril, a revista Forbes avaliou o Manchester United em 2.240 milhões de dólares (cerca de 1.765 milhões de euros), considerando-o, pelo oitavo ano consecutivo, o clube mais valioso.

Nas contas de 2011, os vice-campeões ingleses apresentaram lucros de 12,6 milhões de libras (cerca de 15,7 milhões de euros), num volume de negócios de 331 milhões de libras (quase 412 milhões de euros).

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão