TSF

  • Menu
  • Em Directo
mercados

Consequências da entrada do Facebook na bolsa

Os diversos problemas registados na estreia da rede social no mercado de ações levaram a alguns pedidos de indemnização e o Nasdaq vai mesmo ter que abrir os cordões à bolsa.

PUB

A operadora eletrónica bolsista Nasdaq já fez saber aos corretores, registados no Mercado de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, que está a preparar um plano para indemnizar os investidores por perdas relacionadas com problemas informáticos do sistema.

Além de ter havido um atraso na hora de estreia, durante o lançamento de ações da rede social Facebook, que a 18 de Maio entrou na bolsa, a plataforma do Nasdaq teve algumas falhas, nomeadamente no cancelamento de transações pedido pelos clientes.

Os problemas informáticos levaram a que os investidores perdessem dinheiro. Uma importante empresa corretora de Nova Iorque pediu 35 milhões de dólares de indemnização, houve ainda outros negociadores que processaram o Nasdaq.

De acordo com o Wall Street Journal, o valor das compensações pedidas à operadora já vai nos 100 milhões de dólares, mas a empresa só terá 13 milhões para indemnizar quem investiu nas ações do Facebook.

  COMENTÁRIOS

Em Directo

Registe-se e receba diariamente a nossa Newsletter