Transportes

Trabalhadores do Metro Sul do Tejo em greve

Os maquinistas do Metro Sul do Tejo iniciam esta sexta-feira uma greve parcial que se prolongará até 3 de setembro para exigir a negociação do acordo de empresa, disse fonte sindical à agência Lusa.

De acordo com o pré-aviso de greve entregue à administração da Metro Sul do Tejo e ao Ministério da Economia e do Emprego, as paralisações vão ocorrer entre as 22h00 e as 3h00 durante todo o período e entre as 7h30 e as 9h30 no dia 24 de agosto e de 27 a 31 de agosto.

Esta é a segunda greve que os maquinistas do Metro Sul do Tejo realizam este ano.

A 1 de agosto, iniciaram uma greve de um mês às horas extraordinárias e aos feriados para contestar o pagamento do trabalho suplementar e o subsídio de transporte, entre outros.

Contactada pela Lusa, fonte da Metro Sul do Tejo disse que as greves dos maquinistas «não tem afetado significativamente os serviços prestados» pela empresa e frisou que «estão garantidos os serviços necessários a assegurar a mobilidade dos clientes do Metro Sul do Tejo».

  COMENTÁRIOS