TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
economia

AHRESP assegura que não há hipótese de cumprir novas regras de faturação

O secretário-geral da Associação de Hotelaria, Restauração e Similares lembra que é impossível faturar obrigatoriamente a venda de café, uma medida que classificou com «impensável».

PUB

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal garante que os restaurantes e cafés não têm capacidade para cumprir as novas regras relativas à faturação obrigatória, que abrangem agora faturas abaixo dos dez euros.

Ouvido pela TSF, o secretário-geral da AHRESP diz que é impossível cumprir esta regra na venda de um café e assegura que será feita «desobediência» a esta regra que é «impensável nem no terceiro mundo».

«Estas medidas só são aplicáveis na China, em Porto Rico e em São Paulo. Já estamos falidos e a mandar os trabalhadores para o desemprego e é aqui que o Estado está a perder e a ser prejudicado», adiantou José Manuel Esteves.

Este dirigente da AHRESP recordou que o IVA representa apenas 14 por cento das receitas fiscais do setor, contra 82 por cento que vêm do emprego, ou seja, da Taxa Social Única e do IRS.

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão