Novo Banco

Dimensão dos despedimentos não surpreende sindicato

Com menos trabalhadores o Novo Banco vai ter que abandonar algumas áreas de negócio, diz o presidente do sindicato dos bancários do sul Ilhas.

Stock da Cunha vai despedir 500 trabalhadores

O sindicato dos bancários do sul Ilhas, avança que o despedimento de 500 trabalhadores ontem anunciado pela comissão de trabalhadores do Novo Banco, só tem paralelo com as saídas dos últimos anos no BCP.

Estas saídas e as dos últimos anos, põem lado a lado os dois bancos, com mil trabalhadores a menos cada, em despedimentos ou saídas negociadas.

Rui Riso, do maior sindicato bancário em Portugal, disse esta manhã à TSF, que não está surpreendido, e que há em todos este processos um peso muito grande das diretrizes de Bruxelas.

Para Rui Riso "algumas áreas de negócio deixarão de existir", nomeadamente as delegações no estrangeiro. Face a isto o sindicato só pode mostrar que "está ao lado das pessoas defendendo os seus direitos até ao fim".

  COMENTÁRIOS