Portugal

Economia portuguesa deve ser submetida a «choque liberal», diz Amado

Luís Amado considerou, esta segunda-feira, que a economia portuguesa deve ser submetida a um «choque liberal» para uma aproximação à economia europeia.

«A economia portuguesa precisa de um choque liberal, porque a dinâmica de integração da economia europeia foi muito subordinada a uma matriz ideológica mais liberal», defendeu Luís Amado.

No entender de Luís Amado, «o ajustamento estrutural que a economia portuguesa tem que fazer, durante os próximos anos, deve ser feito por um conjunto de forças políticas que têm na sua matriz identitária um conjunto de referências programáticas e ideológicas muito próximas do que é hoje a realidade da economia europeia e da realidade da política europeia, que tem hegemonia absoluta de partidos conservadores e liberais», sublinhou.

  COMENTÁRIOS