ajuda externa

Financiamento só chega até Maio, diz Teixeira dos Santos

O ministro diz que o Governo espera que a ajuda financeira do FMI seja finalizada e aprovada em meados de Maio, a fim de estar apta a cobrir as necessidades de financimento de Junho.

Em entrevista à Reuters, o ministro das Finanças demissionário admitiu que não há dinheiro para pagar as amortizações de dívida relativas a Junho, no valor de quase cinco mil milhões de euros, esperando, por isso, que o programa de resgate esteja definido em meados de Maio.

Teixeira dos Santos assegurou, mais uma vez, que esse programa será definido com base no PEC4, advertindo que as negociações vão resultar num conjunto de medidas ainda mais duras do que as chumbadas no Parlamento.

O governante confirmou, por outro lado, as estimativas iniciais que apontam para um pacote de resgate de cerca de 80 mil milhões a injectar em Portugal, ao longo de 3 anos.

O ainda responsável pela pasta das Finanças assegurou também que o PEC4 será a base do programa a negociar com a Comissão Europeia, BCE e FMI. Uma negociação que, explicou, exige um compromisso entre o Governo e a oposição.

Notícias Relacionadas

  COMENTÁRIOS