Economia

Governo disponibiliza mais verbas para vender Portugal no estrangeiro

O presidente do Turismo de Portugal anunciou, esta sexta-feira, que o Governo vai dar mais dinheiro ao organismo para enfrentar a crise que está a ser vivida no sector. Luís Manuel Patrão revelou que, nos próximos dias, vão avançar acções de promoção mais agressivas nos mercados externos, em particular no mercado inglês.

Para o presidente do Turismo de Portugal, o ano de 2009 poderá ser razoável, em termos turísticos.

Luís Manuel Patrão garantiu que o Executivo irá dotar o sector de mais meios financeiros, apesar de não ter revelado os números.

«Uma campanha de promoção muito mais agressiva, com muito mais meios disponíveis como vamos ter, resultará seguramente num enfrentar da crise nas melhores condições possíveis. O Governo já nos dotou de meios financeiros muito mais significativos do que tínhamos anteriormente e isso será muito brevemente anunciado pelo próprio Governo», afirmou este responsável. 

Esse dinheiro disponibilizado irá ser gerido por várias entidades, de modo a agilizar os processos.

«São fundos que se enquadrarão em acções directas a promover pelo Turismo de Portugal com múltiplos parceiros, não apenas com a indústria hoteleira propriamente dita, mas com as entidades regionais de turismo, com os aeroportos e outros operadores de transporte», explicou Luís Manuel Patrão.   

A maior preocupação do sector turístico português é, neste momento, o mercado inglês devido à desvalorização da libra. Por este motivo, esta acção irá incidir sobretudo no Reino Unido.

O presidente do Turismo de Portugal explicou que os mecanismos que estão a ser construídos não são apenas de promoção e de divulgação, são também de «acção comercial directa», cujo objectivo é «enfrentar e atrair a atenção do turista britânico» e terão início esta semana.

A estratégia para que os números do turismo não desçam acentuadamente é, desta forma, apostar em campanhas que vendam Portugal no exterior.

  COMENTÁRIOS