PSD

Ideia de que PSD vai aumentar o IVA «não tem fundamento», diz Passos

Pedro Passos Coelho diz que a ideia de que o PSD vai aumentar o IVA «não tem fundamento», mas reitera que prefere essa medida do que ir buscar dinheiro às «pensões mais degradadas».

Pedro Passos Coelho diz que a ideia de que o PSD vai aumentar o IVA «não tem fundamento», mas reitera que prefere essa medida do que ir buscar dinheiro às «pensões mais degradadas».

«Os impostos têm um efeito recessivo sobre a economia. A ideia que se foi gerando em Portugal de que o PSD vai aumentar o IVA não tem fundamento», declarou o presidente do PSD, em conferência de imprensa, na sede nacional do partido, em Lisboa.

Passos Coelho reiterou, contudo, que «se depois de falhar tudo aquilo que é importante realizar-se e que este Governo não conseguiu cumprir, que é o ataque à despesa pública, se ainda assim faltar dinheiro», prefere «pensar nos impostos sobre o consumo do que ir às pensões mais degradadas que existem em Portugal».

«Nós não sujeitaremos as pessoas que vivem com 200 ou 300 euros por mês de rendimento a um sacrifício que não é justo nem moral. Foi isto que eu disse e que eu reafirmo. Julgo que ninguém no PSD discorda desta minha afirmação», acrescentou.

Pedro Passos Coelho acusou ainda o primeiro-ministro de ter como única preocupação culpar o PSD «por tudo o que de mau acontece no país» e rejeitou responsabilidades, remetendo-as para o Governo do PS.

«Todos os portugueses já perceberam que a única preocupação do primeiro-ministro é dizer que, se não houver dinheiro, a culpa é do PSD, se os mercados não confiarem, a culpa é do PSD, se porventura algum desastre económico acontecer em Portugal, é culpa do PSD», disse, lembrando que o PSD não está a governar.

«Eu direi até que o PSD esperou demasiado tempo e deu demasiadas oportunidades ao Governo para que ele cumprisse com uma política económica que estivesse ao nível daquilo que eram as necessidades do país. Mas isso acabou», referiu.

  COMENTÁRIOS