TSF-ISCTE

TSF-ISCTE

Impostos: "Os portugueses são generosos"

O presidente do Conselho Económico Social acha que os portugueses entendem a necessidade de pagar impostos, para ajudar "a diminuir a pobreza". A fiscalidade é o tema do Fórum das Políticas Públicas.

O presidente do Conselho Económico e Social entende que os impostos têm um efeito de equidade e redistribuição nos rendimentos dos portugueses.

Entrevistado na Manhã TSF, Correia de Campos manifestou a convicção na generosidade dos portugueses, que compreendem essa função redistributiva da fiscalidade.

O presidente do CES deu o exemplo do saneamento, dizendo que se não existissem os impostos "cada um teria de pagar do próprio bolso a fossa para onde vão os esgotos de casa".

Nos dois dias de debate, os impostos vão ser abordados na perspetivas dos cidadãos, das empresas, do funcionamento do Estado.

Correia de Campos destacou a qualidade do elenco de participantes, e justificou a associação do Conselho Económico e Social a este debate que tem sido organizado pelo ISCTE-IUL nos últimos anos, pela representatividade do CES.

E espera que "o conhecimento gerado pelo debate, seja a base do progresso".

  COMENTÁRIOS