Empresas

Lego vai despedir 1400 trabalhadores

O fabricante dinamarquês de brinquedos Lego vai despedir 8% da sua equipa no âmbito de uma reorganização da empresa depois de perdas na faturação e nos lucros no primeiro semestre do ano.

Em comunicado, a empresa afirmou que, nos últimos cinco anos, construiu uma organização mais complexa para suportar o crescimento global de dois dígitos e que precisa agora de simplificar a sua estrutura para manter a tendência.

"Significa que construiremos uma organização mais pequena e mais simples do que a que temos hoje, o que simplificará o nosso modelo de negócio e permitirá chegar a mais crianças", segundo o presidente do conselho de administração, Jørgen Vig Knudstorp.

Mais de um terço dos despedimentos, entre 500 a 600 empregados, vai acontecer na Dinamarca, onde trabalham 4500 dos 18 mil trabalhadores da empresa.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS