Eurostat

Novas regras contabilísticas europeias aumentam PIB e dívida de Portugal

O Eurostat indicou que, com estas novas regras, que o PIB português deverá crescer entre um e dois por cento, ao passo que a dívida pode crescer dez pontos percentuais.

O PIB e a dívida de Portugal vão ser revistos em alta por causa das novas regras contabilísticas europeias que vão entrar em vigor em setembro.

Num relatório preliminar apresentado esta quinta-feira, os analistas do Eurostat explica que estas novas regras poderão resultar no aumento da dívida pública portuguesa em dez pontos percentuais para os 136 por cento do PIB.

Este resultado acontece porque, no âmbito do resgate da troika, Portugal antecipou a inclusão no perímetro orçamental da dívida de algumas entidades que estavam fora desse âmbito, como os hospitais EPE e a Parpública.

As empresas de transporte com dívidas crónicas e muito pesadas não devem, para já, ser incluídas no novo perímetro, adiantou a agência Lusa, que teve acesso a este relatório do Eurostat.

O Eurostat explica ainda que o PIB português deverá crescer entre um e dois por cento, o que acarreta uma redução do défice de cerca de 0,1 por cento.

  COMENTÁRIOS