TSF

  • Menu
  • Em Directo
juros da dívida

PSD acredita que Portugal vai pedir prolongamento de cinco a dez anos

No Fórum TSF, o deputado Duarte Pacheco disse estar convencido de que este prazo para o pagamento da dívida portuguesa já foi negociado nos bastidores.

PUB

O social-democrata Duarte Pacheco está convencido de que Portugal vai pedir um prolongamento de cinco a dez anos dos prazos para pagar os seus empréstimos.

No Fórum TSF, este deputado do PSD acredita mesmo que estes prazos já terão sido negociados, até porque este tipo de questões «quando vêm para a praça pública pressupõem muitas conversas de bastidores e muitas negociações técnicas».

«Essas negociações já estão em curso e tenho a convicção que o ministro Vítor Gaspar, ao tornar público o que tornou, resulta daquilo que está seguro de que vai alcançar», explicou.

Porque a austeridade ainda não tem fim à vista, Duarte Pacheco acredita que ainda não será possível baixar impostos até porque apesar de poder haver «menos despesas com juros, as restantes despesas ainda são ainda muito elevadas».

«Quando temos um défice de quatro ou cinco por cento, isto significa que as despesas foram maiores que as receitas e foram maiores em cerca de sete mil milhões. Alguém nos teve de emprestar mesmo assim sete mil milhões», explicou.

Duarte Pacheco recordou que este empréstimo surgiu «apesar dos sacrifícios, cortes na despesa e aumento de impostos», por isso, «ainda não estamos na situação de equilíbrio orçamental ou perto disso em que podemos respirar e dizer que vamos baixar os impostos».

  COMENTÁRIOS