PT

Trabalhadores da PT admitem greve caso Governo não intervenha junto da Altice

Encontro entre sindicatos e secretários de Estado do Emprego e das Infraestruturas não apaziguou preocupações dos trabalhadores.

Os trabalhadores da PT admitem avançar para uma nova greve caso o Governo não responda às suas reivindicações e intervenha junto da Altice, dona da operadora.

Os nove sindicatos representativos dos funcionários da PT Portugal e a Comissão de Trabalhadores reúnem-se esta quinta-feira com os secretários de Estado do Emprego e das Infraestruturas para exigir a resolução de problemas laborais.

À TSF, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Portugal Telecom, admite nova paralisação caso não seja encontrada uma solução que "reponha a legalidade e o respeito pelas pessoas."

No encontro de hoje ficou prometida nova reunião com a Secretária de Estado da Segurança Social, para o próximo dia 27, acerca da passagem para a Segurança Social dos funcionários que estão na Caixa Geral de Aposentações.

Os representantes dos trabalhadores pretendem reverter a situação laboral na PT Portugal e contestam a mudança de 155 funcionários para outras empresas, como a Tnord, Sudtel, Winprovit e Visabeira, recorrendo à figura jurídica de transmissão de estabelecimento.

Segundo números do sindicato, quando a PT foi comprada pela francesa Altice, há dois anos, existiam 22 mil trabalhadores e agora existem cerca de nove mil.

  COMENTÁRIOS