Economia

UE: Líderes disponibilizam 120 mil milhões de euros para crescimento

Os líderes europeus acordaram hoje, em Bruxelas, mobilizar 120 mil milhões de euros em medidas que fomentem o crescimento, anunciou o presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy.

Com o objetivo de melhorar a economia europeia, o presidente do Conselho Europeu Herman van Rompuy anunciou, esta noite, um acordo para agenda do crescimento.

«O elemento-chave é o reforço do financiamento da economia através da mobilização de 120 mil milhões de euros para medidas de crescimento imediatas. O capital do Banco Europeu de Investimento vai ser reforçado. Isto vai aumentar de um modo geral a capacidade de financiamento dos bancos em 60 mil milhões, e este dinheiro terá de circular pela Europa, não apenas nos países mais frágeis e ajudar as empresa e crescerem rumo à saída da crise», anunciou.

Rompuy afirmou ainda que o emprego também faz parte do plano, através da distribuição de verbas comunitárias para das PME's na área da investigação e inovação. Para além disto, o acordo permitirá a União Europeia avançar com a fase piloto para a emissão de dívida europeia para aplicar em infraestruturas.

«A fase piloto dos 'project bonds' deve ser lançada em dezembro e, irá para iniciativas chave em energia, transportes e infraestruturas de banda larga, de 4, 5 mil milhões», explicou.

Estas são as intenções do Conselho Europeu. Os 27 líderes europeus estão de acordo em torno da agenda para o crescimento, mas a medida está bloqueada pela Itália e Espanha.

Mariano Rajoy e Mario Monti fazem "finca pé" e não aprovam esta medidas enquanto não virem flexibilizados os fundos de resgate, de modo a financiar diretamente os bancos.

  COMENTÁRIOS