Presidenciais 2016

Assis acusa PS de cinismo para com Maria de Belém

O eurodeputado admitiu que a candidata poderá ter sido prejudicada pela falta de apoio do PS e acusou os socialistas de estarem ao lado de Sampaio da Nóvoa.

No comício da candidatura de Maria de Belém Roseira, no Porto, Francisco Assis disse que "quando um partido como o Partido Socialista coloca o presidente do partido, a secretária-geral adjunta do partido, quase toda a direção nacional, o núcleo duro do Governo, toda a gente a apoiar um candidato efusivamente, esse partido está claramente a apoiar esse candidato o resto é puro cinismo político".

Escusando-se a repetir a expressão "batota" já usada por Manuel Alegre, o eurodeputado admitiu que Maria de Belém Roseira "talvez tenha sido prejudicada por isso", mas apelou ao voto dos socialistas na ex-presidente do PS, sublinhando que isso não é ir contra os interesses do partido.

"Há por esse país fora muita gente que se interroga se estar a votar na Maria de Belém não pode significar de alguma maneira estar a votar contra os interesses do PS, não está. Isso não é verdade. Está a salvaguardar melhor, não os interesses do PS, mas os valores e dos princípios em que o PS se inspira e sempre inspirou", salientou.

Na sua intervenção, no pequeno auditório do cineteatro Batalha, Francisco Assis recusou igualmente que Maria de Belém Roseira seja "uma mulher de fação", garantindo que é "uma mulher de partido", uma "mulher de esquerda democrática, liberal", com capacidade de falar "quer para a sua esquerda, quer para a sua direita".

  COMENTÁRIOS