Guiné-Bissau

Comando Militar manda encerrar rádios privadas

O Comando Militar, que na quinta-feira tomou o poder na Guiné-Bissau, voltou hoje a mandar encerrar as rádios privadas, soube a Lusa junto de fontes das emissoras.

As rádios tinham sido mandadas silenciar na passada quinta-feira pelo Comando Militar, a entidade que fez o golpe de Estado, mas estavam a emitir desde sábado, mediante autorização dos militares.

Hoje foram mandadas parar «até nova ordem», disseram as fontes. Em causa estão cinco rádios. O Comando ainda não justificou a medida. A Rádio Nacional continua a emitir e desde sábado que também a TGB, a Televisão da Guiné-Bissau.

Em Bissau, partidos da oposição estão desde a manhã reunidos na busca de uma solução para a situação que se vive no país.

Notícias Relacionadas

  COMENTÁRIOS