TSF

  • Menu
  • Em Directo
europa

Alemanha: Demissões no topo dos serviços de informação

O chefe dos serviços de informação no Estado alemão da Turíngia, Thomas Sippel, foi demitido na terça-feira, um dia depois de o chefe nacional se ter demitido, noticia a AFP.

PUB

Em causa está a investigação sobre uma série de assassínios atribuídos a neonazis que foi fortemente criticada.

O ministro do Interior da Turíngia, Joerg Geibert, anunciou que Sippel fora enviado para a reforma antecipada, afirmando que «já não tinha a confiança do parlamento» do Estado.

«Concordámos que esta decisão era correta e necessária», afirmou Geibert, acrescentando que tinha resultado de conversas com Sippel.

Esta decisão segue-se ao anúncio surpreendente, feito na segunda-feira, da demissão do diretor nacional dos serviços de informação alemães, Heinz Fromm, de 63 anos, devido aos erros cometidos naquela investigação.

Fromm estava sob críticas desde novembro, quando se soube que um trio, que se designava como Nacionais-Socialistas Clandestinos, era suspeito de uma série de assassínios, que fizeram 10 vítimas, na sua maioria de origem turca.

No entanto, acabou por se demitir quando um dirigente do Ministério do Interior testemunhou, a uma comissão parlamentar de inquérito, na última semana, que ficheiros com informação sobre os neonazis foram destruídos por agentes dos serviços.

O ramo do serviço interno de informações alemão na Turíngia integrava uma operação, que visava o recrutamento de extremistas de direita, baseados na Turíngia, como informadores.

  COMENTÁRIOS

Em Directo

Registe-se e receba diariamente a nossa Newsletter