Comissão Europeia

Barroso pede aos 27 para garantirem a irreversibilidade do euro

O Presidente da Comissão Europeia pediu aos dirigentes de toda a União Europeia (UE) que façam «todos os esforços para garantir a irreversibilidade do euro».

«Lanço um apelo aos chefes de Estado e de Governo. Devemos fazer tudo para garantir a irreversibilidade do euro», disse Durão Barroso, em Marselha, à chegada a uma reunião de líderes do Partido Popular Europeu (PPE), a direita europeia.

Uma dezena de chefes de Estado e de Governo, incluindo a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy, deve comparecer nesta reunião, antes da cimeira da UE em Bruxelas, que terá início hoje à noite e durar pelo menos até sexta-feira.

«No coração da crise, há um problema de confiança e de credibilidade. É por isso que nós queremos ver mais convergência, mais disciplina» orçamental, precisou o presidente da Comissão.

«A Cimeira [de Bruxelas] é crucial», acrescentou.

  COMENTÁRIOS