Europa

Merkel quer intervenção de instituições europeias em orçamentos nacionais

Num discurso, Angela Merkel reconheceu que houve progressos na disciplina orçamental e no pacto fiscal, mas sublinhou que é preciso ir mais longe.

A chanceler alemã defendeu que as instituições devem ter poderes reforçados e a capacidade de intervirem nos orçamentos nacionais e mesmo de chumbarem o orçamento de um país.

Num discurso no parlamento alemão, Angela Merkel reconheceu que foram feitos progressos na disciplina orçamental e no pacto fiscal, mas sublinhou que é preciso ir mais longe.

Merkel sugeriu ainda a criação de um comissário responsável pela moeda europeia, um assunto que deverá marcar a cimeira europeia que começa esta quinta-feira em Bruxelas.

  COMENTÁRIOS