EUA

Obama critica atuação da Rússia na Síria

O presidente norte-americano deu a última conferência de imprensa do seu mandato na Casa Branca e comentou a situação na Síria.

Barack Obama mostra-se impressionado com os "relatos constantes de que civis estão a ser executados. São violações horríveis da lei internacional".

E, "a responsabilidade por esta brutalidade está apenas num único local: o regime de Assad e dos seus aliados: a Rússia e o Irão. O fim deste banho de sangue e das atrocidades está nas mãos deles", sublinha o presidente dos Estados Unidos.

Em relação a Alepo, "todos sabemos o que tem de acontecer: tem de haver uma força internacional de observadores imparciais que possa coordenar uma evacuação através de corredores seguros. Tem de haver acesso total para a ajuda humanitária, mesmo que os Estados unidos continuem com a maior campanha de sempre de ajuda ao povo sírio".

"Além disso, tem de haver um cessar fogo que possibilite uma solução mais política do que militar; é o que vamos continuar a tentar fazer com os nossos parceiros e em várias instituições como as Nações Unidas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS