França

Primeiro-ministro francês anuncia reforço da segurança para as eleições

Bernard Cazeneuve entende que nada pode travar as eleições e, para isso, garante todo o empenho do governo.

No final do Conselho de Defesa do Eliseu, o primeiro-ministro Bernard Cazeneuve fez uma declaração ao país onde defendeu que toda a Europa foi atingida pelo ataque de quinta-feira nos Campos Elísios, "porque a Europa representa os ideais de paz".

Cazeneuve anunciou que todas as unidades de intervenção e as forças de segurança estão em alerta para as eleições deste fim de semana, além dos 50 mil polícias já a postos, para que nada trave "este momento democrático fundamental para o país".

Por isso, Cazeneuve apelou à responsabilidade e à dignidade e afirmou que o obscurantismo e a ignorância devem ser combatidos.

  COMENTÁRIOS