Legislativas 2011

Escadas da Universidade de Coimbra pintadas com slogans da CDU

O presidente da Associação Académica de Coimbra considerou que este foi um «acto de vandalismo», contudo, o cabeça de lista da CDU no distrito lembrou que o «acto é legal».

As 125 escadas monumentais da Universidade de Coimbra apareceram, esta terça-feira, pintadas com slogans da CDU a denunciar os lucros dos bancos, mas também o corte nas bolsas dos estudantes universitários.

O presidente da Associação Académica de Coimbra lamentou esta situação, ao considerar que este é um «acto de vandalismo», apesar de reconhecer que a associação que dirige sempre se pautou por «protestos com alguma irreverência».

«Há limites para a irreverência. Isto é destruição de património, o que é muito mais gravoso numa altura em que a Universidade de Coimbra concorre a Património Mundial da UNESCO. Estamos a danificar património histórico desta universidade, que tem quase oito séculos de existência», explicou Eduardo Melo.

Alguns estudantes desta universidades, entrevistados pela TSF, consideraram que estas pinturas «são horríveis e uma vergonha», bem como uma «falta de respeito» ainda para mais quando foram feitas em «património de Coimbra».

No patamar mais próximo do local onde a CDU vai fazer o seu comício desta terça-feira está pintado o slogan «PS, PSD e CDS, 35 anos a afundar o país», ao passo que noutro local lê-se «Agora CDU».

Entrevista pela TSF, o cabeça de lista da coligação liderada pelos comunistas no distrito de Coimbra explicou que «no domingo, uma brigada da PSP chegou justo de nós para investigar a legalidade daquele acto de propaganda política».

«Não foi possível apreender os materiais, porque a lei não o permite e verificaram que, de facto, aquele acto é legal», acrescentou Manuel Rocha.

  COMENTÁRIOS