PS

Vasco Franco acusa PSD de se basear «em boatos» sobre concurso da ANSR

Vasco Franco acusou «o candidato a primeiro-ministro» de se basear em boatos em detrimento de consultar documentação sobre a polémica do concurso ANSR atribuído à Universidade Católica.

O secretário de Estado da Protecção Civil está «surpreendido» com as declarações de Passos Coelho sobre quem terá sido o «feliz contemplado» do concurso lançado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANRS) para a elaboração de «propostas de decisão e propostas de contraordenação».

Vasco Franco sublinha que «na política não vale tudo», revelando estar em desacordo quando «um candidato a primeiro-ministro faz declarações com base em boatos sem verificar os documentos que estão disponíveis na plataforma electrónica de obras públicas».

O socialista afirma ainda que o concurso da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária teve «uma única proposta, a de uma entidade tão idónea e insuspeita como a Universidade Católica».

«É um concurso que implica o envolvimento de 60 juristas durante um ano para analisar, entre outras coisas, 50 mil processos de contraordenação por mês», esclareceu.

  COMENTÁRIOS