presidenciais 2011

Cavaco apela à defesa da escola nas ruas

Cavaco Silva apelou a que «crianças, jovens, pais e professores venham para as ruas para defender a sua escola». Em Aveiro, Cavaco teve ao seu lado Paulo Portas.

Cavaco Silva considerou, esta segunda-feira, importante que «crianças, jovens, pais e professores venham para a rua para defender a sua escola», isto depois de ter encontrado manifestantes que defendiam o Ensino Particular e Cooperativo.

«É um sinal de vitalidade da nossa sociedade civil», acrescentou o candidato apoiado pelo PSD, CDS-PP e MEP, perante cerca de três mil apoiantes em Aveiro, onde disse não recear o juízo dos portugueses nas presidenciais de 23 de Janeiro.

Antes, o líder do CDS-PP tinha avisado que «é uma ilusão pensar que o resultado está garantido», isto de apesar de estar convicto de que Cavaco Silva não terá apenas votos dos «democratas-cristãos e sociais-democratas, mas também de inúmeros portugueses com outras opções».

Paulo Portas, que foi apelidado por Cavaco por «deputado eleito por Aveiro», adiantou mesmo que o actual Presidente da República receberá votos de «muitos eleitores socialistas e até eleitores mais à esquerda».

  COMENTÁRIOS