Ensaio TSF

Aveo Bi-fuel – 100 km com 4€? Parece mentira, mas não é...

A Tecnologia GPL está comprovada, é segura, eficiente, mais barata e produz menos CO2, garante a Chevrolet. O Aveo Bi-fuel veio ao mundo com uma missão bem definida: destruir alguns “mitos”.

Para que não haja mal entendidos, convém começar por explicar que o Aveo 1.2 Bi-fuel é um automóvel igual aos outros, mas com dois depósitos: 1 de GPL (Gás de Petróleo Liquefeito) e outro de gasolina. O de GPL, com 34 litros, está instalado onde o Aveo «normal» tem o pneu de reserva, e a mudança de alimentação para o de gasolina, com 42 litros, é imperceptível.

No arranque a frio, o sistema selecciona sempre a alimentação a gasolina, mas se o modo GPL estiver ligado, a unidade de controlo electrónico faz a comutação automática para a alimentação a gás assim que o motor atingir a temperatura ideal. Daí em diante, o condutor pode alternar de gasolina para GPL quando quiser, mesmo em andamento.

A grande vantagem deste sistema é a autonomia: se usar os dois depósitos, a autonomia do Bi-fuel pode chegar aos mil quilómetros; se funcionar a GPL, o Chevrolet Aveo pode percorrer 100 km com 4€. Importa lembrar que o GPL custa menos 40% que a gasolina (o que pode representar uma poupança significativa no final do mês para condutores mais activos) e que o abastecimento pode ser feito num dos 270 postos espalhados pelo país.

A condução em gasolina e em GPL é idêntica e só em momentos de maior esforço, como grandes subidas, se nota uma ligeira perda de força no funcionamento a GPL. Em todas as outras situações, os 84 cavalos de potência e os 1200 centímetros cúbicos de cilindrada do Chevrolet Aveo respondem com a agilidade que deve caracetrizar um citadino puro. E é nessa condição que o Aveo se destaca.

No ensaio realizado pela TSF, este utilitário provou ter as dimensões ideias para se movimentar no dia-a-dia na grande cidade, para além de cumprir os requisitos mínimos para uma condução agradável: direcção assisitida, vidros eléctricos e ar condicionado. O espaço interior e a qualidade de construção contribuem para criar uma imagem positiva deste utilitário, que acaba por ser penalizada pelo desconforto dos bancos e pelo ruído do propulsor.

Além destas limitações, há um constrangimento que pode pesar na decisão de comprar um veículo com estas características. O dístico azul do GPL impede o Aveo Bi-fuel de entrar em estacionamentos subterrâneos, ou seja, nos parques de muitos centros comerciais e até de alguns edifícios de apartamentos e escritórios. A questão não se coloca em países como a Itália, onde os GPL têm um peso muito significativo no mercado automóvel, mas em Portugal as regras são mais apertadas. A Chevrolet reconhece que ainda paira sobre os GPL o fantasma da insegurança e o estigma do produto menos nobre, mas promete acabar com os preconceitos com esta tecnologia Bi-fuel. E para provar que a aposta é séria, disponibilizou o sistema em toda a gama, do Matiz ao Epica.

Com um preço a partir dos 10.880 euros (na versão 1.2 de 3 portas), o Aveo pretende afirmar-se como o “ADN do Bi-fuel” num segmento de mercado onde a concorrência é renhida. A Chevrolet “pisca o olho” aos clientes com uma garantia de fábrica de 3 anos ou 100.00 km's, que não é assegurada nas adaptações a GPL não homologadas pelos construtores. 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS