Cimeira do Clima

António Costa não vai discursar na Cimeira do Clima

O ministro do Ambiente disse à TSF que o anterior executivo não inscreveu o primeiro-ministro a tempo. Fonte do governo de Passos Coelho responde que houve inscrição mas que António Costa não aceitou a ordem em que iria discursar.

O primeiro-ministro marca presença na 21.ª Cimeira do Clima em Paris, mas não vai falar na tribuna do evento. De acordo com o ministro do Ambiente o anterior governo português não se inscreveu dentro da data e o novo executivo tomou posse apenas na semana passada.

Fonte do anterior governo disse à TSF que as Nações Unidas foram deixadas de sobreaviso devido à situação política que Portugal estava a viver na altura e que o nome do chefe do governo português que iria estar presente foi deixado em espera - Pedro Passos Coelho ou António Costa. De acordo com a mesma fonte, a organização da Cimeira foi avisada e compreendeu a situação.

Quando o novo governo tomou posse, a delegação portuguesa tratou logo da inscrição do primeiro-ministro mas António Costa não terá aceite a ordem em que iria discursar. Era dos últimos de uma lista com 150 líderes e por isso declinou a presença no púlpito dos chefes de Estado e de Governo da Cimeira do Clima.

  COMENTÁRIOS