Política

Marcelo condecora Maria José Ritta e Maria Cavaco Silva

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, elogiou o papel nacional e internacional de Maria José Ritta e Maria Cavaco Silva.

Jorge Sampaio e Cavaco Silva assistiram a esta cerimónia de condecoração, realizada na Sala dos Embaixadores do Palácio de Belém, em Lisboa, em que Maria José Ritta e Maria Cavaco Silva receberam a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

"Uma palavra apenas, que há gestos que não carecem de tão longo fundamento, de tão óbvia que é a sua justificação. Um ano depois de ter iniciado o mandato, posso testemunhar o papel nacional e internacional assumido por vossas excelências", declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado enalteceu a ação de Maria José Ritta e Maria Cavaco Silva "ao longo de uma década", quando os respetivos maridos exerceram o cargo de Presidente da República, "cá dentro, junto de um sem número de obras culturais, sociais, educativas, culturais, com um sentido de serviço e eficiência", e "lá fora, tornando mais presente o nome de Portugal em iniciativas oficiais e contactos pessoais, com afinco e total entrega".

"Assim sendo, penso ser de estrita justiça seguir o exemplo do Presidente Jorge Sampaio, quando agraciou as senhoras doutoras Manuela Eanes e Maria de Jesus Barroso", acrescentou, expressando a Maria José Ritta e Maria Cavaco "público e formal agradecimento por quanto dedicaram das suas vidas a Portugal, e que Portugal nunca esquecerá".

Além dos dois anteriores chefes de Estado, assistiram também a esta cerimónia os filhos de Jorge Sampaio e os filhos, netos, nora e genro de Cavaco Silva, que Marcelo Rebelo de Sousa cumprimentou, um por um.

Divorciado, Marcelo Rebelo de Sousa é o primeiro Presidente da República eleito em democracia que não é acompanhado pela figura de uma "primeira-dama", com agenda própria e um espaço próprio no Palácio de Belém, suportados pelo orçamento da Presidência da República.

  COMENTÁRIOS